Os cuidados após o parto das éguas são essenciais

Os cuidados após o parto das éguas são essenciais

PARTILHAR
capa-cuidados-apos-o-parto-das-eguas
Foto Divulgação.

As éguas e seus filhotes precisam de cuidados especiais após o parto para garantir o bem estar de ambos.

É importante monitorar o momento do parto para que caso ocorra algum problema, possa-se fazer alguma intervenção necessária. Após o parto, o momento certo para a ruptura do cordão umbilical é aquele em que já não se nota a pulsação do cordão.

Como o cordão umbilical do equino é longo e espiralado, normalmente a ruptura costuma acontecer sem intervenção, mas se o cordão não romper podemos faze-lo através de tesoura ou emasculador.

Após a ruptura, recomenda-se tratar o coto umbilical do neonato (potro) com imersão em tintura de iodo a 2%, de modo que as paredes interna e externa tenham contato com o produto. Outro cuidado a ser tomado com o recém-nascido é livrá-lo de líquidos que por ventura estejam obstruindo as fossas nasais.

O tempo normal para o descolamento da placenta em eqüinos é de poucos minutos, e se não tiver ocorrido após algumas horas, é recomendável a administração de medicação preventiva para algumas complicações como laminite e retenção de placenta. A medicação deve ser sempre receitada por um Médico Veterinário.

Problemas como mamite ou mastite em éguas é bem raro, mas se isso ocorrer devemos tratá-la para evitar que contato do potro com este leite. Para isso os tetos da égua devem ser sempre observados no período peri-parto e se constatada a mamite, está deve ser tratada com medicação sistêmica e não tópica como acontece nas vacas.

Devemos sempre deixar a égua e o potro bem tranqüilos evitando intervenções desnecessárias. É importante acompanhar o potro levantando e mamando, o primeiro leite, que é chamado de colostro, é rico em imuno-globulinas. As imuno-globulinas vão proteger o potro de possíveis infecções e formará o seu sistema imune.

Outra ponto a ser observado no pós-parto é a expulsão do mecônio (conteúdo retal do neonato), se isso não ocorrer deve ser administrado um enema de glicerina para hidratar e lubrificar o conteúdo retal, e esse ser expulso. Com isso o sistema gastrointestinal fica livre para excretar as fezes e funcionar normalmente.

O Parto de equinos deve ser sempre acompanhado, se possível por um Médico Veterinário, para evitar problemas e manter o bem estar da égua e do potro.

Fonte: Rural Soft

-- conteúdo relacionado --

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com