Padrão China: Arroba a R$ 205 e 58% de rendimento de carcaça

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Agropecuária OFJ é exemplo de qualidade na pecuária. Com uma boiada padrão China, Furlan mostra porque acredita na pecuária nacional e apresenta os números!

Boiada OFJ “Furlan”, foi abatida em São Paulo, na sexta-feira cedo, 03, em um frigorífico de bom rendimento. Com uma média de 58% de rendimento de carcaça em 2019, Furlan, já corre para igualar os números em 2020 e teve 58% de carcaça em uma boiada padrão China de 600 kg de peso médio. Outro destaque é o preço da arroba em que foi comercializada essa boiada, R$ 205 com pagamento à vista.

Mas afinal, quem é Furlan? Para os que conhecem, ele é um amante da pecuária. Para os que ainda não sabem, ele é um: Um administrador de empresas, um empreendedor da agropecuária e o homem que montou o Grupo Pecuária Brasil (GPB) – um caso de sucesso na união dos pecuaristas, compartilhando informações e experiências do setor via internet e, acima de tudo, um líder na área, que gosta de trocar ideias, defende o bom uso da informação, com ética e respeito para fortalecer a categoria.  

Os animais foram terminados no cocho, ou seja, em sistema de confinamento. Com um padrão de excelência em qualidade, os animais foram destinados a exportação, atendendo as exigências do mercado chinês, recebendo assim bonificação por parte do frigorífico, com uma arroba de R$ 205.

Segundo informou o pecuarista, o rendimento de carcaça em 2019 foi de 58%, na média geral. Em 2020, até o momento, a média segue em 57,5%, mostrando o padrão que os animais seguem ano após ano. A gestão, planejamento e informação de qualidade são fundamentais para poder obter resultados como esses.

Veja abaixo as imagens do padrão desses animais!

GPB é referência nacional e começa a ser internacional também

Quando questionado sobre o GPB e se foi ele o idealizador do projeto, ele responde com grande satisfação: “Sim, a ideia nasceu da gente, a partir de uma necessidade de troca de informações e experiências.  Um grupo constituído por pecuaristas, técnicos, comerciantes, prestadores de serviços, entre outras profissões, que se comunica via Telegram e WhatsApp com o objetivo de fazer o bem e trazer prosperidade para o setor pecuário como um todo. O Grupão, como é apelidado, possui mais de  14 mil membros, de quase 200 cidades diferentes, está em 17 Estados brasileiros e Distrito Federal e 3 países”.

Segundo Furlan, o momento é de informação, união e trabalho para os pecuaristas do Brasil. Estamos vivendo novos tempos, tempo de informações rápidas e, com isso, precisamos estar munidos de informações de qualidade e confiança para podermos executar as nossas negociações de forma mais lucrativa.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com