Paraná dá primeiro passo para retirar vacina contra aftosa

Paraná dá primeiro passo para retirar vacina contra aftosa

Foto Divulgação. Fonte: Labovet

Estado receberá entre os dias 15 e 19 de janeiro auditoria de técnicos do Ministério da Agricultura, com o objetivo de suspender a imunização do rebanho no ano que vem.

O Paraná abre a contagem regressiva para a auditoria que será realizada pelo Ministério da Agricultura. Entre os dias 15 e 19, equipe de técnicos da pasta estará avaliando todo o sistema veterinário paranaense. A medida é o primeiro passo na busca pela retirada da vacina contra a febre aftosa – que permitiria alcançar novos mercados.

Conforme Inácio Kroetz, diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), a meta continua sendo parar de realizar a imunização em 2019.

– É uma avaliação de todo sistema, para levantar a realidade. Vão a campo ver o funcionamento dos escritórios regionais, podem ir a propriedades conferir dados – explica Kroetz.

Feita a auditoria, dentro de 30 dias o ministério deve apresentar minuta do relatório. O rebanho bovino paranaense é de cerca de 9,4 milhões de cabeças (a maior parte, zebuínos).

Leia mais em:

O Rio Grande do Sul também solicitou a realização da auditoria, mas ainda não recebeu retorno do governo federal.

Fonte: GaúchaZH, por Gisele Loeblein

-- conteúdo relacionado --
Justiça proíbe fabricação e uso de suplemento para... Instrução Normativa do Ministério da Agricultura permitia que empresas comercializassem aditivo de uso agropecuário que contêm o antibiótico colistina...
Recorde no MT: 99,85% do rebanho foi vacinado cont... A primeira etapa de vacinação contra febre aftosa, após a inversão das campanhas, foi a que atingiu um maior índice de vacinação dentro da série histó...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com