Peão brasileiro é pisoteado por touro e fratura quatro costelas

PARTILHAR
Mais de 40 competidores participarão da final do campeonato em Brasília. O vencedor levará para casa R$ 200 mil - Reprodução/PBR

José Vitor, porém, não foi o único brasileiro a se machucar no evento. O vice-campeão Kaique Pacheco competiu algumas rodadas com o pé quebrado

O brasileiro José Vitor Leme, bicampeão mundial de montaria em touros pela Professional Bull Riders (PBR), está internado nos Estados Unidos após fraturar quatro costelas no último fim de semana, ao ser pisoteado por um touro. O peão disputava uma das rodadas da final mundial da PBR, em Fort Worth, no Texas, no último sábado, quando foi derrubado do touro Crossover e pisoteado no abdômem. Além das fraturas, há suspeita de perfuração no pulmão.

José Vitor permaneceu sobre o touro por 6,24 segundos e mostrou em suas redes sociais o estrago causado pelo animal. O brasileiro ainda compartilhou o vídeo com o momento das lesões. “Não era a notícia que eu queria dar depois do round de hoje, mais minha temporada acabou um pouco antes do esperado. Na noite passada, infelizmente, acabei fraturando quatro costelas e tive um pequeno colapso no pulmão, com isso, não conseguirei terminar a competição”, contou o brasileiro nas redes sociais. Caso tivesse vencido a rodada de montarias do último sábado, José Vitor Leme seria o primeiro na história do PBR a levar três títulos consecutivos. Ele, porém, terminou na quinta colocação.

O peão brasileiro completou: “Muitas vezes não entendemos o porquê de muitas coisas, mas o que sempre me conforta nesses momentos é saber que Deus está sempre comigo, me guiando e me protegendo. O acidente que tive poderia ter sido muito pior. Confesso que por um momento achei que não iria resistir, e olha eu aqui podendo vir dar o testemunho desse livramento para vocês”.

José Vitor, porém, não foi o único brasileiro a se machucar no evento. O vice-campeão Kaique Pacheco, por exemplo, competiu algumas rodadas com o pé quebrado.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com