Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Pescador adquire barco com créditos do Pronaf; Veja como acessar

Pronaf Mais Alimentos garante barco novo e esperança de dobrar produção a pescador de Nova Andradina.

O Governo do Estado quer assegurar que os agricultores familiares de Mato Grosso do Sul consigam acesso ao crédito disponível por meio do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). São R$ 400 milhões à disposição de pequenos agricultores, indígenas e quilombolas do Estado, em linhas de crédito com juros atrativos que vão de 2,75% a 4% ao ano. Para isso, a Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), atua por meio da Secretaria Executiva de Agricultura Familiar, de Povos Originários e Comunidades Tradicionais e da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural).

Em Nova Andradina, o escritório local da Agraer viabilizou o acesso à linha de crédito do Pronaf Mais Alimentos para aquisição de um barco e um motor novos para o pescador Carlos Andrade. O valor do financiamento foi de R$ 20 mil, com juros de 5% ao ano e prazo de até dez anos para pagamento. Na assinatura da liberação do crédito rural pelo Banco do Brasil, a equipe da Agência foi representada pela técnica agropecuária Keila Fernanda.

Pescador há mais de 30 anos, Carlos Andrade explica que o apoio da Agraer foi fundamental para a aquisição do novo barco. “Meu barco é muito velho, todo furado, já sem condições para trabalhar, e estava muito difícil para conseguir outro, muita burocracia. E o Rodrigo me ajudou”, afirma. Ele calcula que, com o barco novo, poderá dobrar a produção. “Eu não podia fazer um trabalho de mais de 40 km porque não tinha garantia de voltar, podia pifar o motor, entrar água. E com um barco novo, posso subir o rio com segurança, a produção vai aumentar em 100%, é uma vitória na minha vida graças a Agraer”, comemora o pescador.

O coordenador municipal da Agraer em Nova Andradina, Rodrigo Zanoni, explica que o pescador buscou o auxílio do escritório local e o primeiro passo foi realizar o Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF). “Após o registro junto ao CAF, elaboramos o projeto para a aquisição do barco, agora ele terá maior segurança para trabalhar e melhor desempenho na sua atividade como pescador”, explica.

Sobre o Pronaf

Em 2023, o Governo Federal liberou R$ 400 milhões em recursos do Plano Safra para agricultura familiar em Mato Grosso do Sul. Parte deste montante é repassado diretamente aos pequenos agricultores em financiamentos do Pronaf. A novidade neste ano é que, pela primeira vez na história, indígenas e quilombolas também podem ter acesso aos empréstimos. Mato Grosso do Sul conseguiu, inclusive, aprovar o primeiro projeto do Programa para um indígena em todo o país, o terena Oto Pauferro, da Aldeia Brejão, em Nioaque.

“Nosso desafio é garantir a efetiva aplicação dos recursos disponíveis para os agricultores familiares em Mato Grosso do Sul. Por isso, juntamente com o MDA, com o Incra e com a Agraer, nós alinhamos a estratégia para garantir a efetividade na execução do Pronaf em nosso Estado”, comentou o secretario Jaime Verruck, da Semadesc.

Agricultores familiares interessados em acessar o crédito podem procurar um dos escritórios da Agraer e solicitar aos extensionistas que os ajudem com a documentação e elaboração dos projetos, que posteriormente são enviados para aprovação no Banco do Brasil.

Com informações de Adriana Queiroz/Agraer.

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Juliana Freire sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM