Pesquisas confirmam que raça Braford está adaptada ao calor

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Desde 2012, em colaboração com a Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), o Núcleo de Estudos em Sistemas de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva da UFRGS (NESPRO) vem desenvolvendo um projeto com o objetivo de avaliar as condições reprodutivas e os fatores ambientais que possam afetar a fertilidade de reprodutores, entre eles os da raça Braford, nas regiões subtropicais e tropicais brasileira. Na fase final do estudo, o coordenador do NESPRO, Prof. Dr. Júlio Barcellos, antecipou o seu veredicto: “a raça Braford está adaptada ao calor”.

Segundo ele, os resultados já eram esperados pelos pesquisadores e criadores. “Estamos validando cientificamente o que já sabíamos. Esta credibilidade científica, adquirida através de metodologia adequada, irá facilitar ainda mais o trabalho do pecuarista”, reforçou.

Foto: Alta Genetics

A parceria com a ABHB garantiu ao Núcleo não apenas aporte financeiro, mas direcionamento para a pesquisa intitulada “Avaliação da fertilidade de touros em regiões tropicais e subtropicais sob o estresse térmico ambiental e suas consequências na qualidade seminal”. “Sem esta parceria os estudos seriam dificultados”, opinou Barcellos.

A pesquisa já passou pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso e Tocantins, chegando agora a Goiás. “Ainda no mês de outubro os pesquisadores Gabriel Pereira, Silvio Menegassi e Celso Koetz Jr. estiveram na Fazenda Querência, em Rio Verde, do Dr. Fernando Fonseca, coletando dados e analisando os exemplares. Semana que vem estaremos por lá novamente, quando nossos pesquisadores devem realizar a última coleta de dados de reprodutores Braford em Goiás”, informou.

Por Tatiana Feldens

Fonte: ABHB

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com