Picape inédita chega ao Brasil em 2023; será que emplaca?

PARTILHAR
Great-Wall-Poer-1280x720
Foto: Divulgação

O modelo mais certo para chegar ao Brasil é a picape média Poer, lançada na China há pouco mais de dois anos; picape concorrerá com Toyota Hilux e Chevrolet S10.

O modelo mais certo para chegar ao Brasil é a picape média Poer, lançada na China há pouco mais de dois anos. Ela deve ocupar o segmento mais disputado, concorrendo com Toyota Hilux e Chevrolet S10. Além da picape, dois SUVs devem chegar logo de cara. O Haval Jolion pode ser o principal modelo da empresa – inclusive com chance de produção local. Ele é um pouco maior que Jeep Compass, Toyota Corolla Cross e Volkswagen Taos.

A picape Great Wall Poer tem um porte bastante robusto, ele tem comprimento de 5.38 m (5.42 m dependendo da versão), 1.98 m de largura e 1.88 m de altura, sua distância entre-eixos é de 3.23 metros, a altura em relação ao solo é de 19.4 cm, ela tem uma capacidade de carga de 1.050 kg em uma caçamba que mede 1.52 m por 1.52 m.

O peso total da picape Great Wall fica entre 1860 kg chegando até 2100 kg de acordo com a versão. Dimensões e peso, no mesmo patamar das principais rivais no mercado brasileiro, como Chevrolet S10, Toyota Hilux e Ford Ranger.

Lembrando que a Great Wall Poer já está sendo vendida em alguns países da América Latina, entre eles Peru e Chile.

A Great Wall Poer 2022 tem duas opções de visual, uma versão mais simples e esportiva com grade preta, e outra versão com aspecto mais sofisticado, com uma grade maior e acabamento cromado, além de faróis exclusivos do tipo Full LED. Não é um visual que impressiona, mas a Poer está longe de ser feia, é uma linha de design mais racional que a Great Wall acabou optando, visando agradar a diferentes tipos de público e mercados.

Dados de fábrica afirmam que a Great Wall Poer diesel tem consumo na estrada entre 10.9 km/l até 11.5 km/l variando de acordo com a versão, enquanto na cidade ela faz entre 8.9 km/l ou 8.7 km/l variando novamente de acordo com a configuração escolhida.

Foto: Divulgação

Quando chega a Great Wall no Brasil?

O Brasil faz parte do plano de expansão global da Great Wall. O objetivo da empresa é comercializar 4 milhões de veículos por ano a partir de 2025. A fábrica brasileira terá capacidade de produzir 100 mil veículos por ano, e vai abastecer não apenas o mercado local, mas servirá como base para exportações. Para isso, a Great Wall promete investir até R$ 4 bilhões nos próximos 5 anos.

Há menos de um mês, a Mercedes-Benz confirmou que vendeu sua fábrica de veículos de Iracemápolis (SP), fechada em dezembro de 2020, para a Great Wall Motor, uma das maiores fabricantes da China. Para a operação local, serão gerados 2 mil empregos, a grande maioria em Iracemápolis.

Quando os carros começam a ser vendidos?

Em março o COO da GWM, Oswaldo Ramos, já havia anunciado o cronograma de lançamentos por aqui: um primeiro modelo, da marca Haval, de SUVs, no último trimestre. No segundo semestre de 2023 Iracemápolis deverá entregar o primeiro Great Wall nacional, com propulsão híbrida – e Ramos disse que pode ser flex, pois há a intenção de desenvolver a tecnologia por aqui.

Além da Haval serão vendidos, e produzidos, veículos da Tank, de SUVs de luxo off-road, e da Poer, a marca de picapes da GWM. A Ora, marca premium elétrica, também pode desembarcar no Brasil, embora inicialmente importada. Iracemápolis será a base de exportação para a América Latina.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.