Poder de compra frente ao milho cresce 40% em junho

Poder de compra frente ao milho cresce 40% em junho

PARTILHAR
Mercado-Aves-e-suínos
Foto: Divulgação

A alta nos preços do frango vivo em junho e a queda nos valores dos principais insumos da atividade (milho e farelo de soja) elevaram o poder de compra de avicultores do estado de São Paulo no mês.

Segundo dados do Cepea, com a venda de um quilo de frango vivo, o avicultor paulista conseguiu comprar 2,1 quilos de farelo de soja em junho ou 4,45 quilos de milho, aumentos respectivos de 32,1% e de 40,2% no poder de compra frente a maio.

Em relação a junho de 2017, no entanto, verificam-se diminuição no poder de compra do avicultor de São Paulo, de 15,8% frente ao farelo de soja e de 19,8% ao milho.

Suínos: Cotações são pressionadas por fracas demandas interna e externa

Os preços mais altos registrados na primeira quinzena de junho em praticamente todas as regiões acompanhadas pelo Cepea esbarraram em demandas interna e externa enfraquecidas.

Com a menor procura, a liquidez nos mercados de suíno vivo e de carne diminuiu, resultando em quedas nos preços do animal e da proteína neste início de julho.

Agentes do setor consultados pelo Cepea relatam que o baixo ritmo de negócios é ainda reforçado em dias de jogo do Brasil na Copa do Mundo. Quanto às exportações de carne suína in natura, em junho, registraram os menores volume e receita desde fevereiro de 2015, somando, respectivamente, apenas 29,8 mil toneladas e US$ 58 milhões, de acordo com a Secex.

O volume está 27,5% abaixo do verificado em maio/18 e 38,9% inferior ao de junho/17. Em relação à receita, as quedas são de 30,5% e de 59%, respectivamente.

Fonte: Cepea

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com