Polícia “mata” e recupera gado roubado com Kombi

Polícia “mata” e recupera gado roubado com Kombi

PARTILHAR
Homem é preso por furto de gado e 13 animais são recuperados (Foto:Divulgação/Dourados News)

Criminosos roubam vacas e fogem de Kombi; A situação parece até cômica, se não fosse tão trágica para o pecuarista que viu seus animais roubados pelos ladrões de gado.

Cinco pessoas foram presas por abigeato (roubo de gado), na noite da última quarta-feira (11), no quilômetro 433 da BR-368, em Nova Santa Rita. A onda de crimes no campo esta crescendo e assustando os pecuaristas e agricultores do Brasil. Com a elevação nos preços dos produtos, esses se tornaram atrativos para facções e quadrilhas. Confira!

Segundo a Brigada Militar, os policiais militares estavam fazendo patrulha quando abordaram uma Kombi e encontraram dentro do veículo duas vacas que foram roubadas. Além dos animais, dentro da Kombi tinha três homens e duas mulheres.

Os cinco criminosos, as duas vacas e a Kombi, que foi apreendida, foram encaminhados até a Delegacia de Canoas. Dessa forma a polícia matou o esquema de roubo e colocou a quadrilha atrás das grades!

Homem é preso por furto de gado e 13 animais são recuperados

Um homem de 60 anos foi preso em flagrante após ser localizado com 13 cabeças de gado furtadas, na região de Nioaque, cidade localizada na região Sudoeste do Estado. O crime ocorreu há uma semana, no dia 4 de novembro, mas os animais só foram recuperados nessa quarta-feira (11).

Parte dos animais localizados estavam em duas glebas na zona rural de Nioaque. O gado foi devolvido aos proprietários.

A investigação, da 1ª Delegacia de Polícia de Aquidauana, contou com dois delegados e 10 investigadores, além de uma equipe do Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul.

O autor responderá pelo crime de receptação animal, com pena que varia entre dois e cinco anos de reclusão.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com