Polícia mete tiro em ladrão de gado e impede roubo!

Polícia mete tiro em ladrão de gado e impede roubo!

PARTILHAR

Com troca de tiros e mais de 30 horas de tocaia, polícia mete bala em ladrão de gado e impede roubo de animais. Veja a história!

Após denúncias de possível furto de gado realizado em Jales, a Polícia Civil localizou na madrugada da última quarta-feira, dia 29, um caminhão boiadeiro que trafegava na Rodovia Dr. Eliéser Montenegro Magalhães, entre Jales e Pontalinda.

Os policiais receberam a informação no dia anterior (28), e ficaram de prontidão mais de 30 horas até a localização dos criminosos. A criminalidade no campo tem assolado os produtores rurais em todo o país. Impressionante como os bandidos se especializam a cada dia. Alguns chegam a usar drones para vistoriar antes as propriedades, arquitetar os crimes e até usam artilharia pesada.

Durante a abordagem, a polícia notou que uma caminhonete estava servindo como escolta do caminhão. Os dois veículos empreenderam fuga e houve até troca de tiros.

Após pressão dos policiais, os ocupantes do caminhão e da caminhonete tentaram fuga a pé, sendo um deles preso. Após a troca de tiros, a polícia conseguiu então a confissão da quadrilha e conseguiu realizar a prisão. A justiça tem leis que, na maior parte, favorecem os autores desses crimes que, diversas vezes, acabam sendo soltos em menos de uma semana.

Na vistoria do caminhão, foram encontradas aproximadamente 30 cabeças de gado que tinham sido furtadas em três propriedades rurais de Jales.

Polícia fechou o cerco e meteu bala nos ladrões de gado que roubaram mais de 30 cabeças de gado em propriedades rurais de Jales.

O homem preso é A.A.M, 47 anos, residente em Marília. Durante a troca de tiros, A.A.M levou um tiro na perna esquerda, teve que ser levado à UPA de Jales (Unidade de Pronto Atendimento) e agora está à disposição da Justiça.

Os dois veículos com placas de Araçatuba/SP foram apreendidos e o gado devolvido aos três proprietários. A Polícia Civil trabalha agora na identificação dos demais envolvidos no crime.

Fonte: Jornal de Jales

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com