Por que os bezerros Montana são diferentes?

Por que os bezerros Montana são diferentes?

PARTILHAR
Bezerros-de-14-meses-Montana-MF
Bezerros de 14 meses / Foto: Montana MF

A pergunta “por que os bezerros Montana são diferentes?” é muito comum de ser ouvida, principalmente nesses tempos de muita informação disponível na mídia.

A oferta de touros e raças diferentes é enorme e, para cada caso, chove informações.

Da mesma maneira que sofremos com as famosas fake news nas redes sociais, também sofremos com fake news na pecuária, ou melhor dizendo, sofremos com meias-verdades.

Em rodas de pecuaristas é muito comum ouvirmos “lá na minha fazenda tem bezerro que desmama com 300kg, sem creep”. Claro que tem! Mas devemos sempre ter na ponta da língua perguntas como “qual a idade da desmama?” ou, mais importante, “qual foi a média geral da desmama?”.

Com essas duas informações simples podemos construir uma imagem de como foi a desmama realmente. Infelizmente a pesagem individual dos animais não é uma realidade em muitas fazendas.

No Montana, para realização da avaliação genética, somos obrigados a pesar todos os animais no nascimento, desmama e 14 meses de idade. A desmama deve sempre ser pesada por volta de 7 meses de idade, respeitando jejum de 12 horas, e os pesos são ajustados pelos geneticistas da USP para as idades padrão, ou seja, são removidos alguns efeitos de ambiente como idade da mãe e época do nascimento do bezerro, somente assim podemos comparar filhos de novilhas jovens com os de vacas adultas. Também ajustando o peso podemos comparar bezerros nascidos no meio da seca como os excelentes nascimentos de setembro. Como o Montana é um composto, controlamos também quais raças compõem cada animal, passando por animais Nelore puros, Adaptados puros, britânicos, F1, Montana e outros cruzamentos.

Analisando o banco de dados da safra 2016, que contou com cerca 5000 nascimentos de machos e considerando o Nelore puro como peso base, temos que:

  • Bezerros F1 Angus – 7% mais pesados que o Nelore;
  • Bezerros cruzados (pai composto e mãe cruzada) – 9% mais pesados que o Nelore;
  • Bezerros Montana (pai composto e mãe composta) – 13% mais pesados que o Nelore – esses são maioria em nosso banco de dados.

Esses dados são importantes principalmente quando se trata de média de um volume tão relevante de bezerros. Claro que poderíamos usar as famosas meias verdades e afirmar que bezerros Montana pesam 71% a mais que o Nelore – citando apenas os animais que desmamaram acima dos 300kg. Uma meia verdade bem conveniente para o marketing, sim, senhor!

Mas o que queremos demonstrar, sem meias verdades ou fake news, é que o uso de touros Montana vai melhorar, em muito, a média da desmama das fazendas. Quanto vale esses 13% (de MÉDIA) no bolso do pecuarista?

Ferramentas como heterose e seleção genética séria e focada fazem muita diferença no bolso e no rebanho dos clientes Montana.

Usar Montana em vacas zebuínas ou F1 é o caminho natural para obtenção de maior lucratividade na pecuária. Lembre-se que sua fazenda é uma empresa e as decisões devem sempre ser tomadas com base na calculadora.

Por: Gabriela Giacomini – Zootecnista e gerente de operações do Montana há 11 anos.
Fonte: Notícias do Montana

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com