Poucos negócios no mercado de reposição de bovinos

Poucos negócios no mercado de reposição de bovinos

PARTILHAR
Foto Divulgação.

A pouca movimentação que observamos no mercado de reposição em Minas Gerais nas últimas semanas é causada, principalmente, pela indefinição do mercado do boi gordo.

Desde o início do ano a arroba caiu 1,0% na região de Belo Horizonte. O principal fator que colabora com este recuo é o enfraquecimento da demanda, comportamento sazonal de começo de ano.

Portando, devido à insegurança, os compradores se afastam das compras da reposição, mas ajustes negativos para as cotações destes animais não aconteceram, tendo em vista que a oferta não está abundante.

Com as chuvas aumentando, em curto e médio prazos, caso a arroba ganhe sustentação, é esperada maior movimentação na reposição, em especial para o garrote de oito a nove arrobas.

A busca por esta categoria destaca-se frente às demais. Uma estratégia para estes animais é fazer a engorda inicial no pasto e terminação no confinamento.

Entretanto, o pecuarista que realizar a troca por esta categoria agora encontrará uma situação mais adversa do que encontrou em janeiro do ano passado, quando, com a venda de um boi gordo de 16,5@ comprava-se 1,67 garrote e hoje 1,51. Piora de 9,6% no poder de compra.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com