Preço do leite pago ao produtor caiu por mais um mês consecutivo

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Segundo dados da Scot Consultoria, a demanda interna seguiu ainda sem grandes mudanças positivas, o que contribuiu com o viés de preços frouxos.

No pagamento realizado em fevereiro, que remunera a produção entregue em janeiro, o preço do leite pago ao produtor caiu por mais um mês consecutivo, embora a captação tenha diminuído em relação a dezembro, sob influência das quedas no volume captado nas bacias leiteiras do Sul e Sudeste e aumento do custo de produção.

Considerando a média nacional ponderada dos dezoito estados pesquisados pela Scot Consultoria, a queda foi de 0,1% na comparação mensal. O cenário foi de singela queda na captação de leite em janeiro e fevereiro (dados parciais) na comparação mensal, na contramão do esperado para o período. As chuvas escassas em algumas regiões e em excesso em outras impactam a oferta de pastagem, além do custo com a alimentação concentrada em alta.

A demanda interna seguiu ainda sem grandes mudanças positivas, o que contribuiu com o viés de preços frouxos.

Para o pagamento a ser realizado em março/22, referente à produção entregue em fevereiro/22, o cenário do mercado do leite pode começar a se inverter. O viés é de estabilidade nos preços do leite pago ao produtor, com 53% dos laticínios pesquisados apontando para este cenário, porém, 25% já estimam alta e 23% falam em queda.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com