Preço do milho cede, mas patamar ainda é elevado

Preço do milho cede, mas patamar ainda é elevado

PARTILHAR
agronegocio-milho-parana-
Foto: Divulgação

Após dias consecutivos de altas nas cotações, a semana encerrou com um tom mais calmo e sem maiores alterações nos valores nas principais praças.

O mercado brasileiro de milho teve uma sexta-feira, 23 de maior tranquilidade e de preços estáveis. Após dias consecutivos de altas nas cotações, a semana encerrou com um tom mais calmo e sem maiores alterações nos valores nas principais praças. No entanto, o mercado segue sustentado por uma oferta ajustada à demanda.

No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 79,50/81 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), o valor chegou aR$ 78,50/80 a saca.

No Paraná, a cotação ficou em R$ 72/73 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o preço foi de R$ 78/80 na Mogiana. Em Campinas CIF, a cotação ficou em R$ 82/83,50 a saca.

No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 78/80 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, o valor chegou a R$ 70/71 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 71,50 – R$ 72 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, o preço foi de R$ 67/70 a saca em Rondonópolis.

Fonte: Agência Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.