Preço do milho em queda, mesmo com menor oferta

PARTILHAR
caminhao cheio de milho carregado na roca
Foto: Wenderson Araujo/Trilux

Vendedor de milho retrai oferta diante dos preços mais baixos para a saca do milho, mas esse movimento não deve conter novos recuos de preço; Confira!

A colheita está praticamente finalizada e o mercado está com o milho disponível, mas o jogo de preços entre os agentes do mercado estabiliza a saca em Campinas/SP no patamar R$ 94,00/sc. Na bolsa brasileira, os futuros encerraram mais um dia em campo positivo, o vencimento setembro/21 foi negociado a R$ 93,96/sc, valorização de 0,86%.

Em Chicago, os futuros avançam após divulgação do USDA relatando uma piora na qualidade das lavouras de milho americanas, fazendo o contrato setembro/21 valorizar 1,2% e encerrar o pregão valendo US$ 5,03/bu.

Boi gordo

Mesmo com pouco volume, as negociações de boi gordo em São Paulo, nesta terça-feira, cederam às pressões baixistas, e com isso o preço já circula próximo aos R$ 295,00/@ para o boi comum. Na B3, o contrato com vencimento para outubro/21 passou por desvalorização de -0,56% no comparativo diário e fechou a cotado a R$ 301,95/@.

No mercado atacadista paulista de carne bovina, os preços dos principais cortes comercializados se mantêm estabilizados, com a expectativa de enfraquecimento das vendas devido a redução do consumo conforme a segunda quinzena do mês de setembro avança. Com isso, a carcaça casada bovina segue cotada em R$ 19,50/kg.

Soja

Com a demanda internacional voltada para o mercado o brasileiro devido aos problemas logísticos nos EUA, o preço da soja em Paranaguá/PR retoma o nível de R$ 174,00/sc.

Na bolsa de Chicago, os contratos futuros da oleaginosa fecharam a terça-feira com poucas variações com o desempenho de alta do óleo de soja foi contrabalançado pelo avanço do dólar. O contrato setembro/21 encerrou o pregão em US$12,76/bu com valorização diária de 0,31%.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com