Preço do milho sobe, mas ainda está menor na comparação anual

Preço do milho sobe, mas ainda está menor na comparação anual

PARTILHAR

O início da colheita e a expectativa de uma boa produtividade pressionaram as cotações na primeira quinzena de maio. 

A colheita do milho, que já havia começado no Paraná, teve início em Mato Grosso. A expectativa é de que a produção do cereal da segunda safra do ciclo 2018/2019 seja 28,3% maior que a segunda safra do ciclo passado. 

O início da colheita e a expectativa de uma boa produtividade pressionaram as cotações na primeira quinzena de maio. 

No entanto, a adversidade climática nos Estados Unidos (no Cinturão do Milho) tem atrasado o plantio norte americano, o que tem refletido na cotação do cereal no mercado brasileiro. 

Segundo levantamento da Scot Consultoria, desde o início da segunda quinzena de maio, em Campinas-SP, a saca de 60kg do grão subiu 4,2%.

Entretanto, a cotação do cereal segue abaixo do registrado na comparação mensal e também em relação ao mesmo período do ano anterior.

Até o momento, no acumulado de maio, a saca de 60kg de milho ficou cotada, em média, em R$35,13, queda de 8,4% em relação à média de abril último e de 15,2% na comparação com maio de 2018.

Contudo, atenção ao câmbio e ao clima nos Estados Unidos, fatores estes que podem limitar as quedas de preço no Brasil.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com