Precocidade: Touro Nelore coleta sêmen com 14 meses

Precocidade: Touro Nelore coleta sêmen com 14 meses

PARTILHAR
touro-rem-007-espiao
Foto: Divulgação

REM Espião 007 foi usado na estação de monta logo após sair do pé da sua mãe (desmame), já foi contratado pela Alta Genétics, teve sêmen congelado e usado na fazenda aos 14 meses e deixou 50 prenhezes na propriedade.

Resultado de um forte trabalho seleção iniciado no ano de 1.999 pelo senhor Hélio Coelho e Filhos na Genética Aditiva, a precocidade sexual sempre foi a bandeira levantada pelo selecionador, que a quase 20 anos, acreditou nessa característica e hoje, como resultado de sua seleção, produziu o REM Espião 007, com MGTe de 25,39 e Top 0,1% no Programa de Melhoramento Genético da Raça Nelore (PMGRN) da ANCP, Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores.

Novilhas de 14 meses com 81% de prenhez no IATF

Uma das metodologias adotadas, é que a novilha assim que desmama vai para estação de monta com a mãe com 10 a 14 meses, se sua prenhes se confirmar, ela é incorporada ao rebanho, caso contrário vai para descarte.

Eduardo-Coelho-diretor-da-Genética-Aditiva
Eduardo Coelho, diretor da Genética Aditiva / Foto: Agroin

Base do plantel nacional, o Nelore é considerado o alicerce da cadeia produtiva no país, uma vez que ocupa mais de 80% do efetivo nacional. Excelente produtor de carne perfeitamente adaptado às condições tropicais brasileiras, resistente ao calor graças ao grande número de glândulas sudoríparas. O gado Nelore também apresenta proteção natural contra parasitas, pois seus pelos dificultam ou mesmo impedem a penetração de insetos.

Antes de completar 24 meses, Espião terá filhos nascidos na fazenda.

A facilidade de parto que as vacas Nelore apresentam e a habilidade materna em proteger os bezerros até o desmame são grandes vantagens da raça. A carcaça do Nelore é muito valorizada no mercado, pois oferece excelente rendimento, tem distribuição homogênea de gordura, e apresenta porte médio, menor proporção de cabeça, vísceras e patas, além da ossatura leve.

Essas são algumas das características que fazem do Nelore a principal raça do país, mas uma característica não era consenso, a precocidade sexual. Segundo dados do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a média brasileira para a primeira cria é de quatro anos; em sistemas melhorados com algum tipo de tecnologia, de três a quatro anos e de dois a três anos em sistemas com tecnologia avançada. Nas fazendas Canaã e Remanso da Genética Aditiva, a média das novilhas prenhes da safra 2015 foi de 13,3 meses e o parto consequentemente, será de aproximadamente 22 meses.

Forte pressão de seleção, esse é um dos principais critérios de melhoramento na Genética Aditiva, “Quando nós queremos identificar a precocidade sexual, nós temos que desafiar nossos animais, a diferença existe e ela é genética, em o animal se expressar ou não precoce sexual. Qualquer outra característica passa a ser indicadora de precocidade sexual, mas se eu quero trabalhar a precocidade sexual no meu rebanho, eu tenho que identificar minhas fêmeas, eu tenho que seleciona-las, retê-las no meu rebanho e multiplicar esse material genético, por isso que se uma novilha não emprenha na sua primeira estação de monta ela é descartada.” afirma Roberta Gestal, médica veterinária responsável pela seleção da Genética Aditiva.

“O filho tem que ser melhor que o pai”, essa afirmação é uma das máximas do melhoramento. O rebanho da Genética Aditiva é composto por 2526 vacas com idade média de 4,9 anos, desse total, 73% são fêmeas superprecoce. “REM Espião 007, nada mais é que o resultado de um trabalho de seleção em que ‘o filho tem que ser melhor que o pai’ e o melhoramento deve que ser contínuo.” afirma Eduardo Coelho, diretor da Genética Aditiva.

REM Espião 007 à venda

REM Espião 007 estará à venda no dia 05 de agosto (sábado), às 11horas, no 14° Mega Leilão Genética Aditiva em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Ao todo serão ofertados 450 touros nelore avaliados pelos três principais programas de melhoramento genético do país: ANCP (Associação Nacional dos Criadores e Pesquisadores), Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ) e Embrapa Geneplus. Todas as baterias de touros em oferta estão entre Top 0,1 e Top 5% na ANCP. Ou seja, só os melhores.

O leilão é uma ótima oportunidade para a compra de touros precoces, com índices zootécnicos comprovados nas principais avaliações do país e com experiência da Genética Aditiva. Só para ter uma ideia, dos 20 touros provados na ANCP, 13 animais são da Genética Aditiva; na prova da Embrapa Geneplus, dos 20 reprodutores listados no ranking, 10 são da Genética Aditiva e no Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), dos 20 selecionados nove dos touros são Genética Aditiva.

O 14° Mega Leilão Genética Aditiva vai ser negociado em 24 parcelas e transmitido ao vivo pelo Canal do Boi e pelo aplicativo Remate Web, que permite acesso ao leilão de qualquer parte do país pelo celular ou pelo computador.

Serviço

14° Mega Leilão Genética Aditiva Dia 05 de agosto – Sábado – 11h00 (horário de Brasília) Recinto da Acrissul – Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul Transmissão ao vivo pelo Canal do Boi e Remate Web. Informações – (67) 3321. 5166.

Matéria reproduzida do Agroin – O Jornal do Agronegócio Brasileiro

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.