Preços da carne bovina não param de cair no atacado

Preços da carne bovina não param de cair no atacado

Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

O mercado de carne sem osso ainda não sabe o que é valorização ou estabilidade em 2018. Desde o começo de janeiro foram cinco semanas seguidas de desvalorização no atacado. Os preços caíram, em média, 6,0% no período.

O comportamento que mais chama a atenção, por contrariar as expectativas, é o do começo de fevereiro. É inegável que se esperava uma melhora no cenário. O pagamento regular de salários e a melhora dos indicadores econômicos, em uma época de sazonal melhora de preços da carne, sustentavam o prognóstico positivo.

A boa notícia é a valorização do mercado atacadista, em dose meses, quase igual à da inflação. Em 2017, quase nunca se viu variação dos preços da carne ficar acima do registrado um ano antes, mesmo em valores nominais.

Os frigoríficos vão se virando com as margens, tentando pressioná-las o mínimo possível, mediante ofertas menores de compra para a arroba do boi gordo.

Mas, cinco semanas seguidas de desvalorização nos cortes desossados foram suficientes para trazer a diferença entre o preço do boi gordo e a receita das indústrias para o menor patamar desde o final de 2016, 18,0%.

Por fim, a melhora no mercado segue intimamente ligada ao tamanho e à velocidade da recuperação econômica.

Fonte: Scot Consultoria

-- conteúdo relacionado --
Carne Angus Friboi recebe certificação internacion... O filé de costela Angus Friboi recebeu pontuação máxima no Superior Teste Awards 2017 A qualidade da Carne Angus Certificada brasileira acaba ser rec...
Abate de bovinos cresce em relação a 2016 O abate de 661,98 mil cabeças a mais foi motivado por crescimentos em 15 das 27 unidades da federação. Abate de bovinos cresce 9% no 3º trimestre ante...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com