Preparação do solo para plantio de soja iniciará em breve

Preparação do solo para plantio de soja iniciará em breve

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Para resultados positivos ao final da safra produtores precisam estar atentos ao solo, cuidados com o manejo devem começar antes da semeadura.

O cultivo da soja tem grande importância em diversas regiões do Brasil e cada uma delas apresenta particularidades em seus solos. No Cerrado, por exemplo, as áreas apresentam baixa fertilidade devido a sua formação geológica (principalmente arenito, ardósias e granito), além do pH ácido. Estudo realizado pela Alltech Crop Science na cidade de Rio Verde (GO), em parceria com Fertigeo, apontou que o uso de soluções naturais, à base de aminoácidos e outros compostos orgânicos, em solos com estas características pode contribuir positivamente para o cultivo.

O engenheiro agrônomo Guilherme Bavia, gerente técnico da Alltech Crop Science, explica que essas tecnologias auxiliam na bioativação do solo. “As ferramentas melhoram o desenvolvimento de raízes e promovem uma melhoria na ativação da microbiota benéfica, incremento de micorrizas e, portanto, condições para uma maior produtividade”, destaca.

Esses desafios são vivenciados por Joel Ragagnin, que cultiva soja em propriedades nas cidades de Jataí (GO) e Montes Claros de Goiás (GO). Com a utilização de soluções naturais compostas por aminoácidos, além de agricultura de precisão, ele tem conseguido observar crescimento nos resultados de seus cultivos. “Além da uniformização das lavouras, com menores oscilações dentro da área, temos observado que nos últimos quatro anos tivemos aumento de produtividade líquido de 15%”, conta o produtor.

Deixar o ambiente favorável para o plantio é fundamental para essa produtividade na soja. O equilíbrio da microbiota, a melhoria das raízes e um adequado fornecimento de matérias orgânicas devem ter atenção do produtor no preparo do terreno para a obtenção desse objetivo. “O bom manejo do solo é baseado em quatro aspectos fundamentais para o desenvolvimento da planta e de uma boa colheita, que são matéria orgânica do solo, cobertura permanente do solo, capacidade de produção de raízes e diversidade microbiológica”, afirma Bavia.

Ragagnin também destaca a importância dos agricultores observarem, por meio de análise, os aspectos físicos e químicos do solo. “Quando começamos a realizar a agricultura de precisão em nossas propriedades, percebemos que não conhecíamos inteiramente o solo. Agora buscamos aliar esses aspectos com o equilíbrio da microbiota do terreno”, finaliza.

Equilíbrio para o solo

Esses cuidados permitem o aumento de microrganismos benéficos, promovendo a disponibilidade de nutrientes para a cultura, fundamentais para a estabilidade do sistema de produção. Eles auxiliam no incremento da matéria orgânica, na fixação biológica de nitrogênio, na redução de patógenos de solo, entre outros benefícios. Pensando nisso, a Alltech Crop Science disponibiliza ao agricultor duas soluções:

O Soil-Plex Fert, formulado com aminoácidos e outras moléculas orgânicas, auxilia no desenvolvimento radicular. Isso permite maior absorção de nutrientes pelas raízes, a redução de estresses ambientais e o crescimento uniforme da planta. Já o Soil-Plex Active contém extratos fermentados, que melhoram a ativação biológica do solo e promovem o aumento e o equilíbrio de microrganismos benéficos ao solo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.