Pressão do boi gordo ao bezerro, confira!

Pressão do boi gordo ao bezerro, confira!

PARTILHAR
boiada no semiconfinamento comendo
Foto: Fazenda Areada

A pressão de baixa no mercado do boi gordo, que segue buscando um equilíbrio após as altas fortes observadas em novembro, tem sido o principal vetor de retração dos compradores. 

preço da arroba do boi gordo em São Paulo despencou 16,6% de 27 de agosto a 11 de dezembro, saindo do recorde de R$ 235 para R$ 196 na última quarta-feira, de acordo com a Safras & Mercado. No fechamento desta quinta-feira, 12, as cotações se mantiveram estáveis.

De acordo com o analista da Fernando Henrique Iglesias, os frigoríficos seguiram testando o mercado, principalmente no Norte. “Mesmo com a sequência de quedas, os frigoríficos conseguiram posicionar suas escalas de abate de modo confortável, posicionadas agora entre cinco e sete dias úteis”, comenta.

No fechamento da última quinta-feira (12/12), o preço da arroba do boi gordo caiu em 24 das 32 praças pecuárias pesquisadas pela Scot Consultoria. Em relação aos preços praticados no dia anterior, o recuo médio foi de 3,2%. 

Com destaque para o Triângulo Mineiro, que registrou desvalorização de 8,4% e a região de Redenção, no Pará, com queda de 9,4%. Nesses preços o mercado ficou travado. 

Reposição sente os reflexos da indefinição do mercado do boi gordo

O mercado de reposição trabalhou mais fraco e com poucos negócios concretizados nesta última semana. 

A pressão de baixa no mercado do boi gordo, que segue buscando um equilíbrio após as altas fortes observadas em novembro, tem sido o principal vetor de retração dos compradores. 

Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, as categorias mais eradas, o boi magro e garrote anelorado, recuaram 3,8% e 4,3%, respectivamente, na comparação semanal. 

Já para as categorias mais jovens, as cotações fecharam com variação negativa de 0,5%. 

Qual o equilíbrio para o boi gordo?

Compre Rural com informações da Scot Consultoria e Agências

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com