Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Previsão do tempo mostra chuvas volumosas no feriado; confira onde

Além das chuvas, o calor também vai marcar presença em vários estados do país; confira a previsão do tempo para os próximos dias

Uma onde de calor e previsão de 150 mm de chuvas está prevista para essa semana. O meteorologista do Canal Rural, Arthur Müller, alerta para a chegada de chuvas em diferentes do Brasil nos próximos dias. Além das chuvas, o calor também vai marcar presença em vários estados do país, confira a previsão do tempo para todas as região do país.

Região Sul

O clima vai permanecer quente no Sul do país até terça-feira (13), devido à presença de uma forte massa de ar quente. As temperaturas vão ficar acima dos 33°C em todos os estados do Sul. A sensação térmica fica elevada, especialmente no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Aumento da umidade no sul do Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (12) devido à aproximação de uma frente fria.

Chuvas estão previstas a qualquer momento, com potencial para fortes tempestades.

Espera-se um acumulado de cerca de 80 mm de chuva nos próximos dias no sul e oeste do Rio Grande do Sul, oeste e litoral de Santa Catarina, assim como no litoral do Paraná.

Em outras regiões, o volume de chuva deve ficar em torno de 40 mm.

As chuvas vão aliviar o calor intenso, proporcionando ajustes nos níveis de umidade do solo sem prejuízo das atividades agrícolas.

Região Sudeste

As temperaturas permanecerão elevadas no sudeste do país até terça-feira, devido à influência de uma forte massa de ar quente. Essa massa resultará em temperaturas acima de 32ºC em todos os estados.

Haverá mudança a partir de quarta-feira com o avanço de uma frente fria.

Na frente fria, espera-se a formação de muitas nuvens com previsão de chuvas a qualquer hora do dia no leste de São Paulo, no extremo sul do Rio de Janeiro e na Serra da Mantiqueira.

No norte do Espírito Santo, o sol aparecerá com possibilidade de chuva fraca e isolada no decorrer do dia. O tempo permanece firme por todo o norte de Minas Gerais.

No restante do Sudeste, teremos sol, calor e pancadas de chuva a partir da tarde, podendo ser pontualmente fortes em algumas áreas.

Em cinco dias, o acumulado de chuvas no sul de Minas Gerais pode chegar a 100 mm em algumas áreas.

Em São Paulo e Rio de Janeiro, o acumulado pode chegar a 50 mm. No centro-norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, o acumulado deve ficar em torno de 10 milímetros.

No geral, as chuvas ajudarão os produtores paulistas e mineiros, mas chegarão tarde para o interior de São Paulo e o triângulo mineiro.

O período mais seco facilitará o avanço das operações em campo no Espírito Santo e norte de Minas Gerais.

Região Centro-Oeste

As temperaturas no Centro-Oeste brasileiro continuarão elevadas nos próximos dias. Uma forte massa de ar quente influenciará a região, resultando em temperaturas acima da média, com máximas acima de 35°C em três estados.

Na segunda-feira (12), o Mato Grosso terá chuva forte a qualquer hora do dia, especialmente no centro-oeste do estado. No sul do Mato Grosso do Sul, o tempo será firme.

Nas demais áreas, o sol entre poucas nuvens dará lugar a tempo abafado e pancadas isoladas de chuva a partir da tarde.

Os maiores volumes de precipitação devem se concentrar no nordeste de Mato Grosso do Sul, sul de Goiás e noroeste de Mato Grosso, com acumulados de até 70 mm em cinco dias.

Em outras áreas, o volume de chuva ficará entre 10 e 20 mm, o que agravará a situação de déficit hídrico no sul de Mato Grosso e oeste de Mato Grosso do Sul.

A estiagem no sul de Mato Grosso e oeste de Mato Grosso do Sul já causa a perda de safras, a redução do nível dos rios e a necessidade de racionamento de água.

O tempo mais seco no leste de Mato Grosso e norte de Goiás favorecerá o retorno das atividades agrícolas.

Região Nordeste

A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) segue atuando sobre o litoral norte do Nordeste. A semana começa com tempo firme entre o centro-oeste da Bahia e o sul do Piauí. No centro-leste baiano e no Rio Grande do Norte, a chuva é passageira, com sol aparecendo na maior parte do dia.

Precipitações mais intensas ocorrerão entre Salvador e Aracaju, enquanto pancadas de chuva isoladas com trovoadas são previstas entre João Pessoa e Natal.

Nas demais áreas, o tempo será abafado, com pancadas de chuva a partir da tarde.

Boa notícia para os produtores em Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e norte do Piauí: a partir de hoje, chuvas mais volumosas retornam à região, com acumulados de até 50 mm em cinco dias. Essa precipitação é essencial para aliviar a seca e auxiliar na recuperação das pastagens.

No centro-sul da Bahia, sul do Maranhão e sul do Piauí, os volumes de chuva devem ser menores, com acumulados de até 15 mm por semana.

Região Norte – Semana quente e úmida na região

Já nesta segunda-feira, a chuva deve aumentar e ocorrer várias vezes durante o dia entre o Acre, o sul do Amazonas e Rondônia, com risco de temporais. Chuva a qualquer hora também no leste do Amapá, devido à Zona de Convergência Intertropical.

Tempo firme em Roraima e no extremo norte do Amazonas.

Nas outras regiões, sol, aumento de nuvens ao longo do dia e pancadas de chuva isoladas.

Em cinco dias, o volume de chuvas pode passar de 150 mm no Amazonas, Acre e Amapá, o que deve causar transtornos.

No centro-sul do Pará e no Tocantins, os volumes não devem ultrapassar os 15 mm, o que favorece os trabalhos em campo novamente. A boa notícia é que deve voltar a chover na faixa noroeste do Pará com acumulações em torno de 70 mm, aliviando a situação de restrição hídrica na região. No entanto, ainda é necessário mais chuva para reverter o quadro de estiagem.

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM