Programa da ABCZ comercializa mais de 80 animais em 10 dias

Programa da ABCZ comercializa mais de 80 animais em 10 dias

touro comercializado na pro genetica abcz
Foto: Divulgação / ABC

As últimas semanas foram de bons negócios no Pró-Genética. Em apenas cinco feiras foram comercializados 82 animais. A maioria em Araçuaí (MG), no dia de 17 de março. Dos 34 touros disponíveis 28 foram vendidos.

Ainda no Vale do Jequitinhonha, uma edição do Pró-Genética aconteceu em Felisburgo, onde 21 animais foram comercializados. A feira, que teve participação do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), foi realizada na última sexta-feira, no Parque de Exposições Geraldo Magalhães Barbosa.

Também na semana passada, produtores do Triângulo Mineiro tiveram a oportunidade de adquirir touros melhoradores em Uberlândia, onde o Pró-Genética aconteceu durante a programação da Femec. Em três dias de negociações, no Parque de Exposições Camaru, 12 animais foram vendidos.

Já em Porangatu (GO) a parceria foi com a Expopec, onde 17 touros foram comercializados, nos dias 22 e 25 de março. E por fim, outras quatro transações aconteceram em São Francisco (MG), entre quinta e sexta-feira passadas. “Esses números, em um período relativamente pequeno, me deixam muito feliz. Primeiro, porque comprova a confiança que os produtores rurais têm no trabalho desenvolvido pela ABCZ. Segundo, pela vantagem que o Pró-Genética representa para todo o país. Ter mais touros melhoradores nas propriedades brasileiras significa mais qualidade na seleção, e consequentemente uma pecuária ainda mais fortalecida. Todos saem ganhando”, destaca Rivaldo Machado Borges Júnior, diretor da ABCZ.

Agenda. Na próxima sexta-feira (31/03) será a vez de produtores da região de Matutina adquirirem animais com padrão de qualidade Pró-Genética. A feira será realizada no Parque de Exposições da cidade, a partir das 8h.

Sobre o Pró-Genética

O Pró-Genética é um programa concebido pela ABCZ e apoiado pelos governos federal, estaduais e municipais, órgãos de pesquisa, de extensão rural, de defesa sanitária animal e de capacitação e formação de mão-de-obra rural, que tem como missão contribuir para o aumento da produção sustentável de carne e leite de origem bovina no país.

Proporcionar ao pequeno e médio produtor rural possibilidades de aumento de renda, através da melhoria da produtividade e, consequentemente, da qualidade do seu padrão social.

Fonte ABCZ