Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Produtor de leite aumenta produção em 30% melhorando a saúde do rebanho

Ele cresceu vendo o pai e o avô na lida com o gado, mas quando optou por ter sua própria criação, percebeu que precisava de ajuda Mozart, então, buscou ajuda e soube do trabalho do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, do Senar

A pecuária sempre esteve no sangue da família de Mozart Silva Pacheco, 40, produtor de leite em Itacoatiara (AM), localizado na região metropolitana de Manaus. Ele cresceu vendo o pai e o avô na “lida diária” com o gado, mas quando optou por ter sua própria criação, viu que precisava de ajuda. E buscou no portfólio do Senar atualizar o conhecimento que precisava para ter sucesso na propriedade.

Em 2014, o produtor já cultivava frutas quando decidiu comprar os primeiros animais e passou a criar gado leiteiro e búfalos. As dificuldades também vieram e uma delas foi o “mal do carrapato”.

Mozart, então, buscou ajuda e soube do trabalho do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e conheceu Alcemir Lima, presidente do Sindicato Rural de Itacoatiara. “Foi uma pessoa muito importante no meu aprendizado”, conta o produtor que começou a fazer os cursos do Senar e não parou mais. “Já fiz uns dez e todos me ajudaram muito”.

Há dois anos, ele também começou a ser atendido pela Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar e conheceu a técnica de campo Jamires Silva. “Ela fez muitas perguntas sobre a propriedade no primeiro contato”.

Mozart Silva Pacheco, de Itacoatiara (AM), buscou ajuda com cursos e ATeG do Senar

E o primeiro diagnóstico foi justamente o que Mozart precisava para mudar alguns procedimentos em relação à saúde dos animais. “Ela saiu verificando os animais e passou a dar as orientações corretas e necessárias. Os animais estão bem mais saudáveis”, conta Mozart que hoje tem 50 búfalos e 25 vacas.

A produção de leite das búfalas e das vacas também aumentou cerca de 30%. E Mozart passou também a controlar melhor o fluxo de caixa. “Anoto tudo em um caderno, manual mesmo. Sei tudo que entra e sai na propriedade”.

Os ganhos na propriedade resultaram em melhorias para toda família. Com o “dinheirinho a mais”, Mozart comprou mais terra, moto para ele e para o filho mais velho, de 20 anos, e a casa agora está toda rodeada por uma varanda, o que gera mais conforto para todos.

O próximo passo, segundo ele, é um carro para a família. E se depender do seu empenho, o sonho não levará muito tempo para se tornar realidade. “Hoje estou bem melhor. Tiro o leite, colho minha banana. Se Deus permitir, vou ter um carrinho pra gente ter um conforto a mais, sair com a família”.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM