Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Produtor de soja deve se retrair, após boa movimentação da terça-feira (30)

No dia, com a boa valorização de Chicago e com o dólar subindo, as cotações ficaram de estáveis a mais altas.

Após a recuperação de preço e negócios de ontem, o dia deve ser mais calmo no mercado brasileiro de soja. Chicago voltou ao território negativo. Dólar e prêmios subiram. A tendência é de produtores retraídos, aguardando condições melhores – como as de ontem – para negociar.

O movimento melhorou na terça-feira. Não foram negociados grandes lotes, mas os produtores já começam a aceitar o cenário atual dos preços. No dia, com a boa valorização de Chicago e com o dólar subindo, as cotações ficaram de estáveis a mais altas.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos seguiu em R$ 120,00. Na região das Missões, a cotação estabilizou em R$ 120,00 para R$ 119,50 a saca. No Porto de Rio Grande, o preço subiu de R$ 123,00 para R$ 124,00 a saca.

Em Cascavel, no Paraná, o preço valorizou de R$ 107,50 para R$ 109,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca cresceu de R$ 117,00 para R$ 118,00.

Em Rondonópolis (MT), o preço da subiu de R$ 103,50 para R$ 105,00. Em Dourados (MS), o preço aumentou de R$ 101,00 para R$ 103,00 a saca. Já em Rio Verde (GO), a saca passou de R$ 100,00 para R$ 101,00.

Chicago

* Os contratos com vencimento em março registram baixa de 0,59%, cotados a US$ 12,11 1/2 por bushel.

* O mercado não sustentou a forte recuperação da terça-feira e voltou a operar no negativo. As cotações seguem pressionadas pela entrada da safra brasileira e pelas perspectivas favoráveis para a Argentina.

Prêmios

* Os preços FOB da soja subiram na terça nos portos brasileiros, impulsionados pela melhora nos prêmios e pela alta consistente nos contratos futuros da Bolsa de Chicago. A atividade melhorou, com negócios registrados para embarque entre março e abril

* Os prêmios de exportação da soja para fevereiro estavam em -115 e -95 centavos de dólar sobre Chicago no final da terça no Porto de Paranaguá. Para março de 2024, o prêmio era de -120 a -110. Para maio de 2024, o prêmio estava em -85 a -65 pontos, conforme dados de SAFRAS & Mercado.

* O preço FOB (flat price) para março ficou entre US$ 403,70 e US$ 407,40 a tonelada na terça. No dia anterior, a cotação oscilou entre R$ 391,00 e R$ 392,90.

Câmbio

* O dólar comercial opera com alta de 0,08% a R$ 4,9492. O Dollar Index sobe 0,10% a 103,50 pontos.

Indicadores Financeiros

* As principais bolsas da Ásia fecharam mistas. Xangai, -1,48%; Tóquio, +0,61%

* As principais bolsas na Europa operam mistas. Paris, -0,01%; Frankfurt, -0,05%; Londres, +0,13%.

* O petróleo registra cotações em baixa. O WTI para março recua 1,32% a US$ 76,83 o barril.

Fonte: Agência Safras

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado por Myllena Seifarth sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM