Produtor recebe orientação de regulagem de plantadeira

PARTILHAR
FOTO DIVULGAÇÃO
FOTO DIVULGAÇÃO

No mercado, a semente está sendo vendida a R$ 900 o saco, somado ao adubo que a tonelada está R$ 7 mil

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) está oferecendo assistência técnica na regulagem de plantadeiras no Distrito de Capão Verde, em Alto Paraguai (a 218 km de Cuiabá). O objetivo é orientar o manuseio correto para evitar desperdícios e, assim, promover o aumento da produtividade no campo.

O produtor do Projeto de Assentamento Serra da Esperança Orlando Lopes Galvão explica estar aproveitando o período de chuva para iniciar o plantio do milho, em dois hectares da sua propriedade, que será usado na silagem durante a estiagem no próximo ano. Ele destaca que adquiriu uma plantadeira usada e em seguida buscou orientação técnica da Empaer.

“Quando notei que a plantadeira precisava ser regulada, busquei ajuda técnica da Empaer e fui atendido, por isso já estou adquirindo todas as peças solicitadas. A máquina precisa estar regulada para que a distribuição das sementes no solo seja correta e uniforme”.

O técnico da Empaer, Oscar Victor de Oliveira, explica que existem vários modelos de plantadeira, cada produtor deve avaliar a sua real necessidade e qual máquina irá atendê-lo da melhor maneira possível. Ele ressalta que é preciso preparar bem a plantadeira antes de colocar no campo e seguir as recomendações, seja do fabricante ou de um mecânico que conheça do assunto.

“É de suma importância regular a plantadeira para que ela faça a distribuição das sementes e do adubo no solo de forma correta e uniforme. A regulagem correta promove o sucesso do plantio, favorece maior produtividade da cultura, e consequentemente, maior rentabilidade para o produtor”.

Segundo Oscar, o investimento do custo da produção está muito alto, por isso é importante que todas as orientações sejam seguidas.

“A semente do milho adquirido pelo produtor Orlando é resistente. No mercado, a semente está sendo vendida a R$ 900 o saco, somado ao adubo que a tonelada está R$ 7 mil, é preciso calcular tudo e nada pode dar errado. Nossa assistência técnica consiste em mostrar que com planejamento é impossível perder o plantio”.

Fonte: Governo de Mato Grosso

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR