Produtores irritados despejam leite azedo em frente à Enel; vídeo

PARTILHAR
produtores de leite protesto ENEL
Foto: Reprodução

Alguns produtores foram até uma agência da ENEL em Goiás e como forma de protesto despejaram centenas de litros de leite na sede da companhia

Não é a primeira vez, e talvez não seja a última. Produtores leiteiros de Goiás, indignados com a falta de energia na zona rural, foram até uma agência da Companhia Elétrica ENEL e despejaram dezenas de litros de leite no chão do local. O vídeo foi publicado nas redes sociais pelo Deputado Estadual de Goiás, Amauri Ribeiro do Patriota.

Nele o deputado ainda diz “Já não chega o alto custo de produção e o baixo preço pago aos produtores de leite neste País, em Goiás ainda tem a ENEL para acabar de ferrar conosco.”

O problema de energia no interior de Goiás não é novo e é agravado pela temporada de chuvas que se iniciou. Na região do Oeste Goiano as interrupções no fornecimento de energia elétrica acontecem não só na zonal rural, mas também nas zonas urbanas. Em fazendas do município de Iporá e de Diorama foram várias ocorrências de falta de energia elétrica nestes dias que marcam a chegada da temporada de chuvas.

Os últimos anos tem sido assim. Sempre que começam as chuvas, as quedas de energia ocorrem. E muitas das vezes por demoradas horas, tendo em vista que o serviço de manutenção não é ágil em prestar socorro. Através das redes sociais o vice-presidente do Sindicato Rural de Iporá Diorama e Israelândia, Adailto Leite, relembrou que já são cinco anos que a Enel não atende bem a região no fornecimento de energia elétrica, principalmente no período chuvoso.

Ele relembra que, além do desconforto da falta de energia elétrica, isto tem trazido prejuizos para produtores rurais, que não podem usar equipamentos elétricos em suas fazendas, além da perda de alimentos, inclusive o leite em processo de resfriamento.

Preventivamente, a Enel propôs a poda das plantas para minimizar os riscos de interrupção do serviço e até mesmo de acidentes envolvendo a rede (Fotos: Enel Goiás)
Preventivamente, a Enel propôs a poda das plantas para minimizar os riscos de interrupção do serviço e até mesmo de acidentes envolvendo a rede (Fotos: Enel Goiás)

Reunião da ENEL com produtores rurais

No início do mês produtores rurais de Iporá, município na Região Oeste de Goiás, tiveram a oportunidade de se reunir na última semana com representantes da Enel, empresa responsável pela distribuição de energia no Estado. O encontro foi articulado pela Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) para que os agricultores pudessem levar suas demandas e esclarecer dúvidas sobre o fornecimento de energia ao setor produtivo rural.

A principal reivindicação é buscar soluções para as quedas de energia, grande parte provocada pela interferência de galhos de árvores no sistema elétrico. Preventivamente, a Enel propôs a poda das plantas para minimizar os riscos de interrupção do serviço e até mesmo de acidentes envolvendo a rede.

A coordenadora regional da Emater, Daniella Garcia, explicou que os produtores rurais da região sofrem bastante com a intermitência do abastecimento elétrico, já que a fonte de renda da maioria é obtida pela bovinocultura leiteira. “Quando acaba a energia, é perdida praticamente toda a produção, porque eles dependem dos tanques de resfriamento. Se acaba a energia, aquilo afeta o salário deles”, esclarece.

Repercussão do vídeo

Através da postagem do deputado, vários internautas também deram o seu parecer sobre o problema – “Produtor de leite tem sofrido com a alta dos insumos e se não bastasse a Enel deixando sem energia várias regiões do nosso Estado. Esse problema não é de hoje, sempre aconteceu, não temos sindicato nem cooperativa forte, enquanto a classe não se unir o problema vai continuar.”

Outro lamentou o problema –– “Só quem vive do leite sabe como é duro ver seu ganha pão perdendo dentro de um tanque por falta de energia. Ainda mais a gente que é pequeno produtor. Dói na alma. Falta energia e você tem que grudar na mão pra esgotar as vaca e depois jogar o leite fora.”

COMUNICADO DA ENEL

Em contato com a assessoria de imprensa da ENEL obtivemos o seguinte comunicado –– A Enel Distribuição Goiás informa que o fornecimento de energia na região desses clientes foi normalizado por volta das 10h de ontem (18). A companhia imediatamente entrou em contato com os produtores rurais para prestar os devidos esclarecimentos sobre as interrupções que afetaram a região. A distribuidora acrescenta que irá analisar as ocorrências que atingiram a região, para identificar possíveis pontos de melhorias e programar as ações necessárias o mais breve possível.

A Enel reforça, ainda, que os clientes registrem a falta de energia pelos canais de atendimento da companhia: pelo site www.enel.com.br; aplicativo Enel Goiás; enviando um SMS para 27949; WhatsApp Elena, enviando um ‘Olá’ para (21) 99601-9608; ou ainda pelo WhatsApp exclusivo para os produtores rurais, pelo número (62) 99829-9908, que funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, e é feito totalmente por atendentes humanos.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.