Produtores começam a entregar produtos a domicílio

Produtores começam a entregar produtos a domicílio

PARTILHAR
Fonte: Epagri

Os produtores de Santa Catarina inovaram, seus produtos podem ser comprados sem sair de casa na Grande Florianópolis e Sul do Estado

Considerada atividade essencial, a entrega de alimentos em domicílio é uma das modalidades permitidas pelos decretos do governo de Santa Catarina que estabeleceram o isolamento social como condição para frear a disseminação do novo coronavírus no Estado. Preocupados em manter seus clientes abastecidos nesse período de crise, muitos agricultores optaram por iniciar ou incrementar esse serviço no período de quarentena.

As experiências se multiplicam pelo território catarinense e provam que crises podem abrir oportunidades interessantes. Para muitos agricultores que entregavam alimentos para merenda escolar, as entregas têm sido a alternativa para escoar a produção e evitar prejuízos. O mesmo ocorre com aqueles que comercializavam seus produtos em feiras livres que, por enquanto, estão suspensas em alguns municípios por decisão dos agricultores. Há os casos de produtores que já faziam delivery e viram essa modalidade crescer nos últimos dias.

Em todos os casos, a Epagri segue dando suporte para que a agricultura familiar não pare nesse momento tão delicado. Todas a entregas são feitas com os cuidados recomendados para evitar a proliferação do novo coronavírus. Veja e contate quem está entregando na sua região, garantindo alimentação saudável para sua família e renda aos agricultores locais. A hora é de fortalecer a economia local.

Fornecedores de produtos agrícolas

Orgânicos em Joaçaba, Herval do Oeste e Luzerna

Fonte: Epagri

Ricardo Pilger, agricultor de Joaçaba, já entregava orgânicos para alimentação escolar e contava com uma carteira de cerca de 90 clientes, em seu município e nos vizinhos Herval do Oeste e Luzerna, para quem fazia entregas em domicílio há dois anos e meio. Quem quiser encomendar os orgânicos do Ricardo Pilger pode lhe procurar no fone (49) 98850-0406. 

Alimentos sem agrotóxicos em Vargeão, Ponte Serrada, Xanxerê e Faxinal dos Guedes

Fonte: Epagri

No Oeste do Estado, a Produtos Gosto Familiar, empreendimento da família Pagliari, apostou há um ano em chás da tarde para atrair freguesas à sua propriedade, que está na transição para a agricultura orgânica e deve ser certificada nessa produção até o final do ano. A Gosto Familiar está no Facebook e também atende pelo whastapp (49) 98423-1469.

Palmito e mini-milho em conserva em São João do Itaperiú, Joinville e Barra Velha

A Nobre Palm Conservas, agroindústria familiar de São João do Itaperiú, viu suas vendas crescerem no início do isolamento social, mas agora as perspectivas já não são boas. A Nobre Palm Conservas pode ser encontrada no Facebook e Instagram. A agroindústria também aceita pedidos pelo whastapp:  (47) 98428-7706 / 9984556854.

Orgânicos em Presidente Getúlio, Ibirama, Dona Emma, Balneário Camboriú e Gaspar

Fonte: Epagri

Rosnei Schmidt, agricultor de Presidente Getúlio, viu as entregas de seus orgânicos praticamente triplicaram desde o início do isolamento. Assim, distribui frutas, verduras, legumes, hortaliças com certificação orgânica. Também dispõe de uma linha de panificados, geleias, macarrão caseiro, e outros processados feitos na agroindústria que mantém na sua propriedade. Quem quiser adquirir os orgânicos da Família Schmidt pode fazer contato com o Rosnei pelo fone (47) 99698-4255.

Agroecológicos em Florianópolis e Ituporanga

Fonte: Epagri

A Célula de Consumo Responsável é uma iniciativa da UFSC que promove a venda direta de cestas fechadas de alimentos orgânicos ou agroecológicos, através de pedidos antecipados entre grupos de consumidores e grupos de agricultores orgânicos certificados pela Rede Ecovida de Agroecologia. Pedidos podem ser feitos com a Dulciani pelo whatsapp (47) 98481-8214.

Orgânicos em Santo Amaro da Imperatriz e Palhoça

Fonte: Epagri

Antônio Marcos Costa veio do Paraná e se estabeleceu em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis, com o objetivo de produzir e comercializar via delivery produtos orgânicos. Isso foi em março de 2019 e hoje, além de sua cidade, ele faz entregas em uma parte do município vizinho, Palhoça. Quem quiser receber em casa os produtos da Costa Orgânicos pode procurar pelo Antônio Marcos no fone (46) 98404-6069.

Ovos caipiras e mel silvestre em Santo Amaro e Águas Mornas

Fonte: Epagri

A Daniela Pfleger precisou buscar uma alternativa para escoar sua produção de ovos caipiras e mel silvestre puro, depois que as feiras em que participava foram suspensas por decisão dos comerciantes. O clientes rotineiros pediram a continuidade da entregas e a solução encontrada foi a entrega em domicílio. Quem quiser adquirir ovos caipiras e mel silvestre da Daniela pode contatá-la pelo Facebook ou Instagram @divinomimoatelie, whatsapp (48) 991627982 ou ainda pelo telefone (48) 32452404.

Orgânicos em Araranguá

Na região de Araranguá, no Sul do Estado, os jovens agricultores André Oliveira Francisco e Murilo Francisco apostam no delivery para levar alimento de qualidade aos moradores locais nestes tempos de insegurança e isolamento. Além da produção própria, eles também estão entregando produtos orgânicos de propriedades parceiras. Os pedidos podem ser feitos pelos números (48) 99142-4285 / 99650-9998.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com