Programa Safiras do Senepol mostra Inovações e anuncia novas doadoras qualificadas da...

Programa Safiras do Senepol mostra Inovações e anuncia novas doadoras qualificadas da raça

Safiras-do-Senepol
Foto: Senepol.org

Participaram do encontro 120 pessoas representando 48 criatórios de seis Estados e o Distrito Federal, mais representantes de marcas de Estados Unidos e Venezuela.

A raça Senepol conheceu no dia 13 de outubro, em Lins/SP, suas novas doadoras qualificadas no programa Safiras do Senepol.

Uma reunião coordenada pela Embrapa, S+ e Grama Senepol no resort Blue Tree Park apresentou a classificação das 249 novilhas de todas as partes do Brasil inscritas na edição 2017.1, encerrada no dia 28/09 na Fazenda da Grama, em Pirajuí/SP.

Safiras-do-Senepol
Foto: Senepol.org

No anúncio do resultado pelo responsável do Geneplus/Embrapa, os criatórios Nova Vida e 3M se saíram campeões dos dois grupos contemporâneos.

Participaram do encontro 120 pessoas representando 48 criatórios de seis Estados e o Distrito Federal, mais representantes de marcas de Estados Unidos e Venezuela, além dos técnicos envolvidos na coleta e compilação dos dados que serviram para estabelecer o Índice Safiras no Geneplus.

Safiras-do-Senepol
Foto: Senepol.org

Júnior Fernandes, da S+ e da Grama, abriu a reunião dando a palavra ao presidente da ABCB-Senepol, Pedro Crosara. Ele enalteceu a importância da prova e agradeceu a abertura do banco de dados do Safiras para abastecer o Programa de Melhoramento Genético Senepol (PMGS), lançado este ano pela associação.

JR Fernandes, em seguida, falou das grandes novidades tecnológicas da edição 2017.1. A primeira foi a formação de um ranking denominado Safiras Sire, que colocou os dados de mais de 2 mil novilhas para classificar os touros com ao menos 15 filhas avaliadas no programa, revelando os pais que mais fizeram resultados desejados na história do Safiras desde quando começou a prova, em 2009.

Safiras-do-Senepol
Foto: Senepol.org

Foram priorizados na planilha dos pais índices de escore do trato reprodutivo, população folicular e marmoreio.

Outras novidades foram a avaliação do estresse térmico por uma central meteorológica instalada na estrutura do Safiras, bem como a medição de temperamento pelo sistema Fly Speed, que apura eletronicamente a velocidade de reação de cada animal na saída do brete.

Em seguida, o responsável pela coleta desses dados no programa, Marcelo Neves Ribas, da Intergado, explicou os parâmetros dessas avaliações e a média satisfatória dos resultados obtidos.

Safiras-do-Senepol
Foto: Senepol.org

O pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Rodrigo Gomes, falou em seguida sobre os primeiros estudos da relação de consumo de água com o desempenho dos animais, também atrelados às demais características medidas, outro pioneirismo do Safiras.

Revelou que os animais mais bem colocados em eficiência alimentar foram, também, na média, os de melhor consumo hídrico. “O Senepol está contribuindo para esse estudo de maneira muito efetiva, pois está indicando já alguma variabilidade fenotípica a partir de uma base genética selecionada, ou seja, um grande avanço para se estabelecer parâmetros para o melhoramento genético”.

Safiras-do-Senepol
Foto: Senepol.org

Fernando Garcia, especialista em genômica, revelou os primeiros resultados da genotipagem das novilhas inscritas nessa edição da prova e elogiou a seriedade com que os selecionadores encaram o fornecimento de dados para essa tecnologia. “É espantosa a velocidade da geração de informações fenotípicas que vão avançar demais o melhoramento genético da raça”, declarou.

“Pegar todos esses dados gerados em provas de desempenho como o Safiras será um tesouro para que a genômica abrace tudo isso para dar precisão no processo de melhoramento genético que o Senepol já revela com ampla vantagem sobre todas as outras raças”.

Safiras-do-Senepol
Foto: Senepol.org

Foram analisados dados para os genes “Slick” (termotolerância) e miostatina (dupla musculatura). De todos os 263 animais genotipados nessa primeira edição (14 foram desconsiderados do ranking), ele revelou que 80,9% apresentaram o alelo positivo para a característica pelo favorável, o chamado Slick. No gene da miostatina, 90,5% carregam duas cópias do gene DM – ou seja, normais – e 9,5% apenas um dos alelos mutado – ou seja, toda a população é favorável.

A ultrassonografia de carcaça, que ganhou grande importância na formação do ranking dos pais de Safiras, o Safiras Sire, foi o assunto de Liliane Sugisawa, da DGT-Brasil, responsável pela técnica no programa.

Despois de expor a situação da carne brasileira em desvantagem técnica e comercial com o resto do mundo, colocou o Senepol novamente como um personagem que pode contribuir com a melhoria na qualidade de carne do Brasil, pela seriedade com que programas como o Safiras dão a essa questão.

“Seleção para marmoreio é fundamental para garantir mercado de carne de qualidade baseado na demanda da indústria, que obedece o mercado consumidor”, definiu em sua palestra. “Portanto, o impacto do marmoreio é enorme em termos comerciais para animais de seleção, em função ainda da herdabilidade medida cientificamente dessa característica na transmissão para os descendentes que serão eficientes no pasto como o Senepol se mostra em um programa tão preciso como o Safiras”.

Por fim, Gilberto Menezes falou em nome do Genepluls, da Embrapa, responsável pelo ranqueamento do programa. Começou explicando premissas do Safiras Sires para elaboração do ranking de pais de doadoras qualificadas. Depois, os procedimentos de coleta e compilação de dados durante o teste, que formam o que a Embrapa gera de Índice Safiras. Por fim, o tão esperado anúncio dos resultados.

O Grupo 1, que registrou 139 novilhas com idade de 19 meses na entrada, teve como primeira colocada a doadora JAJ5759, inscrita pela Nova Vida. Filha de PRR 7013S em mãe RAB All Around S998J, ela acumulou índice de 144,23 pontos, numa margem apertada em relação a ZT2199, que terminou com 144,21 pontos.

Filha de HBC Rondon 43K em mãe RAB Mr Efficiency S126A, a segunda colocada foi criada pela Grama Senepol, mas teve uma parte vendida previamente em leilão para o condomínio formado por Senepol 3M e Senepol Euro. A terceira campeã foi ZT2204 (WJ Wizard 23D x CN 218L), da Grama, com 138,30 pontos de índice.

O Grupo 2, que teve 110 fêmeas entrando no teste aos 17 meses, revelou como campeã MMM0084, filha de PRR 9039W em mãe WC 173, com 141,88 pontos e cria do Senepol 3M. A segunda melhor foi GRAZ2258 (AMI 635 Flor de Mayo x Rajun Cajun), com 130,01 pontos. A terceira, ZT1756 (PRR 978H x Hercules 6801J), com 127,28.

As seis mais bem classificadas receberam, além dos troféus a que fizeram jus, também a nova atração Senepol Parade, uma miniatura da raça registrada como obra de arte produzida pelo artista plástico Renan Antonelli e promovida pela Nova Vida em parceria com o Safiras do Senepol.

Também foram premiadas com o certificado de doadoras mais 32 novilhas chanceladas como Safiras Top 10, sendo 18 no Grupo 1 provenientes de oito criatórios diferentes, e 14 do Grupo 2, de oito marcas diversas. Todas essas novilhas, bem como as 87 fêmeas qualificadas como Safiras receberam a visita de criadores e técnicos que, na manhã de sábado, foram à Fazenda da Grama para conhecê-las de perto.

Elas já começam a deixar a estrutura da prova, a fim de que o espaço seja preparado para a entrada das novas fêmeas jovens pré-selecionadas pelos criadores de todo o País para participação na edição 2017.2 do Safiras do Senepol, com início marcado para 28 de novembro.

As inscrições estão aberta e no link estão todos os procedimentos para se avaliar e qualificar doadoras num dos maiores e mais importantes programas do mundo para avaliação de fêmeas Senepol.

SAFIRAS DO SENEPOL

RESULTADOS 2017.1

tabela
Foto: Seneol.org

 

PRÓXIMA EDIÇÃO: 2017.2

Nascimento: 01/05/2016 a 31/10/2016

Chegada dos animais: 31/10/2017

Encerramento: 07/03/2018

Fonte: Senepol

PARTILHAR

21 anos, Jales/SP.
Estudante de Jornalismo, fotógrafa e estagiaria em Assessoria de Imprensa.
Contato: jornalismo@comprerural.com