Projeto Brazilian Girolando é apresentado na Megaleite 2017

Projeto Brazilian Girolando é apresentado na Megaleite 2017

PARTILHAR
Brazilian Cattle
Foto: Divulgação

Para ampliar as exportações de genética da raça Girolando e de produtos pecuários, a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando apresentou nesta quinta-feira (29/06) o projeto internacional Brazilian Girolando. O objetivo é levar para países da América Latina um pacote tecnológico capaz de promover o melhoramento genético dos rebanhos latinos.

De acordo com o diretor Internacional da Girolando, Guilherme Marquez, o projeto inicia em um bom momento para as exportações de genética. O Brasil firmou novos protocolos sanitários com outros países nos últimos meses, permitindo a exportação de embriões, sêmen e animais vivos.

As comitivas estrangeiras presentes na Megaleite 2017 acreditam que a iniciativa garantirá que seus países tenham acesso a uma genética superior. “O Panamá importa mais de 60% dos produtos lácteos que consome porque não é autossuficiente na produção de leite. Com projetos como esse, poderemos melhorar nosso rebanho, e, consequentemente, elevar a produção de leite do país.”, acredita o presidente da Câmara de Produtores de Leite do Panamá Luis Afonso Leal.

Um dos países da América do Sul que têm grande interesse na raça Girolando é a Colômbia. Por isso, o país foi escolhido para ter a primeira ação de marketing do projeto. Entre os dias 23 e 27 de agosto, as empresas associadas ao Brazilian Girolando participarão da Feira Nacional de Pereira, na Colômbia, apresentando seus produtos no estande do projeto.

Outras feiras internacionais que terão estande do Brazilian Girolando serão Expocruz, na Bolívia, de 15 a 24 de setembro, e a Feira Nacional de David, no Panamá, de 16 a 26 de março de 2018.

Neste primeiro momento, nove empresas e criatórios participam do Brazilian Girolando: Alta Genetics (central de inseminação), Agroexport (logística), Matsuda (sementes, nutrição, equipamentos, saúde animal, etc.), Mercadodogado (assessoria mercadológica), LinkGen (laboratório de DNA) e as fazendas produtoras de genética Canoas, GBF Global, Nova Terra, RC Gir e Girolando, Valinhos.

 

Fonte Assessoria de Imprensa

PARTILHAR