Pulse Day Brasília terá lançamentos de produtos plant based

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Evento realizado pelo Ibrafe, nesta quarta-feira (24/11), discute oportunidades para feijão e pulses na comida à base de plantas.

Plant based talvez seja um dos termos mais abordados nos últimos tempos quando nos referimos às alternativas alimentares mundiais. Eles são importantes não só para  consumidores veganos e vegetarianos, mas também para a população em geral que precisa de alternativas. Os alimentos à base de plantas, como as carnes vegetais e outros estarão presentes no Pulse Day Brasília, que acontece nesta quarta-feira (24), na Embrapa Cerrados.

Iniciativa do Instituto Brasileiro do Feijão, Pulses e Colheitas Especiais (IBRAFE), o Pulse Day Brasília será o primeiro evento presencial após a fase crítica da pandemia. A expectativa é reunir os principais players do setor de Feijão e Pulses e discutir assuntos importantes para a cadeia. Os plant based estão entre os principais assuntos que fazem parte da programação do encontro.

Lançamentos no Pulse Day – Além de debates sobre as oportunidades oferecidas pelo amplo mercado plant based, serão lançados produtos especiais feitos com Feijão e Pulses, como o Pão de Feijão, o Pão de forma com Feijão e os cortes de carne vegetal Carnevale Cortes, todos desenvolvidos pela R & S Blumos.

Quem estiver no evento poderá experimentar em primeira mão os novos produtos desenvolvidos com proteína a base de Feijão-carioca e entender melhor quais as formas de atender esse mercado que cresce vertiginosamente a cada dia.

Durante o almoço serão servidos cortes da linha Veg Frangos, com tecnologia da R & s Blumos, desenvolvido para a BRF. Além do Pão de Feijo. Todos com o Feijão como matéria prima.

Oportunidade para Feijão e Pulses – No Brasil, segundo dados da agência Euromonitor, o mercado de plant based registrou um crescimento anual de 11,1% nos últimos cinco anos. O faturamento do setor, que era de US$ 48,8 milhões em 2015, passou para US$ 82,8 milhões em 2020, uma alta de quase 70% no período. Para 2025, a estimativa é que o segmento venda em torno de US$ 131,8 milhões no País.

Uma pesquisa realizada pelo Ibope e coordenada pelo The Good Food Institute (GFI), mostrou que metade dos brasileiros reduziram o consumo de carne em 2020. Dessa parcela da população, 47% do consumo ainda é feito exclusivamente por legumes, verduras e grãos, enquanto 39% já consomem alternativas vegetais em substituição às animais pelo menos três vezes por semana.

O setor de Pulses tem a oportunidade de melhorar a eficiência da produção de carne à base de vegetais, criando variedades de safras e outros organismos que aumentam o teor de proteína e sua qualidade. As cepas de várias safras de alta proteína devem ser desenvolvidas de forma que sejam otimizadas para aplicações de carne à base de vegetais. Uma variedade de técnicas de melhoramento pode ser usada para fazer isso, desde métodos tradicionais até métodos modernos de engenharia genética.

Uma grande variedade de grãos e sementes com alto teor de proteína poderia servir a esse propósito para tipos específicos de carnes e frutos do mar à base de plantas.

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E AGÊNCIA DE CONTEÚDO

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR