Qual a tendência do preço da arroba para as próximas semanas?

Com a chegada da safra do boi gordo, a oferta do animal segue elevada, resultando no alongamento das escalas e em uma pressão baixista nos preços do mercado físico.

Na última sexta-feira, por mais um dia o mercado físico do boi gordo registrou queda de preços em algumas praças monitoradas, são elas AL, GO, MA e RS. Entretanto, em São Paulo os preços se mantiveram estáveis e o boi comum continua valendo R$ 255,00/@, e o “boi China”, R$ 265,00/@. Na B3, o contrato vigente fechou o dia em R$ 265,25/@, alta de 0,47%.

Em relação às escalas de abate, com uma oferta de boi gordo ainda elevada, refletindo em uma facilidade de compras por parte dos frigoríficos, a média brasileira das programações de abate registrou 1 dia de alta no comparativo semanal, fechando a última semana em 11 dias úteis. Já em São Paulo, as escalas seguem em estabilidade, também com 11 dias úteis programados.

De acordo com informações de analistas da Consultoria Safras & Mercado o movimento de queda é mais intenso no Centro-Norte, onde se avoluma a oferta de animais terminados a pasto, com grande presença de fêmeas nas escalas de abate.

Com a oferta de animais confortável para os frigoríficos, os preços da arroba devem continuar em queda, segundo Fernando Henrique Iglesias, analista da consultoria. Na Região Sudeste, em especial em São Paulo, ainda houve relatos de negociações pontuais acima da referência média. No entanto, a expectativa é que os frigoríficos exerçam pressão sobre os preços no estado nos próximos dias.

Confira os preços da arroba do boi em algumas regiões (Safras & Mercado):

  • São Paulo, Capital: R$ 264,00
  • Dourados (MS): R$ 242,00
  • Cuiabá: R$ 241,00
  • Goiânia, Goiás: R$ 235,00
  • Uberaba, Minas Gerais: R$ 258,00
carcacas-bovinas-da-raca-angus
Foto: Divulgação

Preços da carne bovina seguem firmes no mercado atacadista

Enquanto isso, os preços da carne bovina seguem firmes no mercado atacadista, segundo Fernando Henrique Iglesias. O ambiente de negócios ainda sugere alguma alta das cotações no curto prazo, considerando a entrada dos salários na economia, somado ao adicional de demanda relacionada ao Dia das Mães, período que tradicionalmente estimula o consumo de carne bovina.

Confira os preços por quilo de algumas partes do boi no mercado atacadista:

  • Quarto traseiro: R$ 19,65
  • Quarto dianteiro: R$ 14,40
  • Ponta de agulha: R$ 14,50
Bovinocultura - vacas nelore pastando com bezerros 3
Foto: Wenderson Araujo/Trilux

Preço da vaca cai em São Paulo

O menor ímpeto de compra das indústrias, devido à menor necessidade de compor as escalas de abate, manteve a cotação do boi e novilha estável na comparação diária. Para a vaca, queda de R$2,00/@.

Região Sudeste de Rondônia – Para o boi e novilha, os preços ficaram estáveis na comparação dia a dia. Para vaca, queda de R$5,00/@.

Espírito Santo – Com a oferta atendendo a demanda, os preços para boi, vaca e novilha ficaram estáveis na comparação diária.

Com informações da Agrifatto, Scot Consultoria e Consultoria Safras & Mercado

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM