Raça InduBrasil na serra gaúcha é realidade

Raça InduBrasil na serra gaúcha é realidade

PARTILHAR
indubrasil-no-sul-elair-sitio-tio-fiorindo
Foto: Sítio Tio Fiorindo

O último estado da fronteira Sul do Brasil se destaca na produção de um Indubrasil rústico, capaz de aguentar invernos com neve e verões escaldantes.

O Rio Grande do Sul é detentor do sexto maior rebanho de bovinos do Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A agropecuária é a atividade que ocupa maior área produtiva no estado, e, em 2014, o Valor Bruto da Produção pecuária totalizou R$ 15,8 bilhões. As raças mais exploradas são os europeus Angus e Braford, presentes nos maiores rebanhos. Gradualmente, o Indubrasil entra nesse cenário para imprimir rusticidade e maior produtividade na pecuária do estado.

A Associação dos Criadores Gaúchos de Zebu é uma das promotoras da raça por lá. A entidade nasceu em 1989, quando um grupo de criadores de zebuínos do Rio Grande do Sul decidiu se unir para o desenvolvimento de ações conjuntas, com o objetivo de promover as qualidades que o zebu poderia oferecer na pecuária da região. Hoje a entidade congrega criadores de Nelore, Brahman, Tabapuã, Guzerá, Gir, Gir Leiteiro e Indubrasil.

“A raça mostra que estamos criando aqui o Indubrasil mais rústico do país. Ele aguenta chuva, frio, anda no barro, e o calor de 40 graus que enfrentamos em janeiro. Além disso, o relevo aqui é muito acidentado. Os bezerros nascem e já tem que fazer esforço para subir e descer os morros da propriedade. É uma seleção natural para rusticidade”, conta Elair Bachi.

O Sítio Tio Fiorindo, propriedade tem ao todo quase 100 animais da raça, entre eles, grandes campeões das pistas da Expointer. A raça passou vinte anos fora da feira, mas retornou em 2011, pelas mãos de Elair. Ele expôs seis animais para mostrar que o Indubrasil gaúcho tem tudo para ganhar espaço.

Gaúcho recebe mérito ABCZ em Uberaba

Elair Bachi na expozebu
Criador gaúcho de Zebu recebe mérito ABCZ em Uberaba / Foto: Nathã Carvalho

O Mérito ABCZ homenageia todos os anos, durante a ExpoZebu, personalidades que desenvolvem trabalhos em prol do crescimento da pecuária zebuína. Entre todos os homenageados, Elair é um dos poucos criadores gaúchos a receber tamanha honraria.

Muito mais que um apaixonado pela raça Indubrasil, Elair Bachi é um pioneiro da nova fase que o zebuíno vive no Rio Grande do Sul. Foi ele, há mais de uma década, que retomou o registro genealógico da raça no estado, após muitos anos sem haver registros de Indubrasil por criadores gaúchos. De lá para cá, ele se tornou referência em todo o país, sendo um dos selecionadores que mais se dedica ao desenvolvimento do Indubrasil na atualidade.

fazenda lobo guara rio grande do sul
Lúdica da Natureza Foto: Fazenda Lobo Guará / Arquivo Pessoal

A Fazenda Lobo Guará, em Guaporé, na serra gaúcha, é o recanto da seleção de Gir Leiteiro de Jairo André Gorczevski, recentemente o criador agregou o Indubrasil ao seu plantel. Já com investimentos garantidos na pecuária leiteira com o Gir, Jairo buscava uma raça que desse carne. A convite do amigo Elair, conheceu o Indubrasil e se interessou pelas suas possibilidades.

Ele conta que, nos últimos três anos de investimento, tem se surpreendido com as qualidades da raça. “A nossa região chega a temperaturas negativas todo ano. Os animais já pegaram neve e calor extremo, passando pelos dois tranquilamente. É surpreendente a rusticidade da raça para se adaptar e produzir bem em qualquer clima”, afirma Jairo.

Embora grande parte dos criadores acredite na dupla aptidão do Indubrasil, a aposta mais forte é na carne.

“O Indubrasil é um zebuíno formado aqui no Brasil e difundido em vários países do mundo, principalmente no México e na Costa Rica. É uma raça com grande potencial para crescer ainda mais, devido a sua rusticidade e grande capacidade de ganho de peso, características tão procuradas em uma pecuária moderna e cada vez mais competitiva. Acredito que o cruzamento com gado europeu para corte é o futuro da raça, e sua maior vocação”, afirma Edon Rocha Braga, Responsável Técnico da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) no Rio Grande do Sul.

“É um gado muito bom para cruzamentos. Temos clientes que estão cruzando o Indubrasil com o Angus e obtido resultados muito bons, com mais peso e qualidade, conseguindo escapar do carrapato e ganhando muito peso. Além disso, é um gado que surpreende pela beleza e mansidão”, conta Vitor Hugo Fin Proprietário da Cabana Zebusul, em Gravataí.

Confira o álbum de fotos do Sítio Tio Fiorindo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Adaptado da Revista Pecuária Brasil

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.