Ração transforma vacas leiteiras em campeãs

Ração transforma vacas leiteiras em campeãs

PARTILHAR
Foto: JM Alvarenga Gadolando / Divulgação

Conheça a ração que transformou vacas leiteiras em campeãs em apenas 30 dias. Produtor celebra dupla conquista no concurso, após alimentar animais com produto vegetal.

Com média de produção pouco competitiva — em torno de 30 litros ao dia — o proprietário da Agropecuária Zatt, Fabrício Zatt, sequer cogitava participar da 42ª Expointer. Mas, nesta terça-feira (27), ele celebrou o duplo campeonato leiteiro, nas categorias jovem e adulto da raça holandesa.

Em 30 dias, uma ração desenvolvida especialmente para duas de suas vacas fez a produção aumentar em 50%. A marca de 80,11 quilos levou Cotribá Zatt 75 Brawler (Xereta) ao lugar máximo do pódio entre as adultas. A campeã entre as jovens, Cotribá Zatt 34 Windsor, gerou 73,18 quilos.

A vitória em dose dupla foi inesperada também porque se tratava da estreia de Zatt não só em concursos de leite, mas na Expointer. Ele veio da cidade de Colorado, no norte do Rio Grande do Sul, onde possui um plantel de 150 vacas.

— A maioria é holandesa, mas tem uns 10% jersey — conta Zatt.

Foi pouco antes da feira que ele decidiu inscrever os animais. Percebeu que os exemplares hoje premiados obtinham rendimento leiteiro muito superior ao restante do rebanho, na casa dos 50 quilos diários. 

— E elas recebiam a mesma alimentação das outras vacas, então ficou evidente o potencial — recorda Josemar Horbach, técnico em nutrição da Cotriba, a cooperativa que prestou assessoria ao produtor.

Foi uma corrida contra o relógio, mas feita com atenção a todos os detalhes. Para produzir mais leite, uma vaca precisa reforçar sua alimentação e esse foi o desafio que Horbach abraçou, ao lado Rafael Schuster, que desenvolveu a ração especial para as vacas.

— É um produto totalmente vegetal, com grãos, farelos, vitaminas e minerais. Para cada uma das vacas, desenhamos uma fórmula, que é reavaliada dia a dia — detalha o profissional, também integrante da equipe da Cotribá.

Além dos nutrientes, a fórmula inclui óleos essenciais que atuam no bem-estar do animal. Nesse caso, Xereta e 34, sua companheira vitoriosa na categoria jovem, receberam uma ração que atuava para reduzir a temperatura média corporal — entre outros benefícios.

— Nessa época elas sentem muito calor, isso causa estresse e abala a produção leiteira _ explica Horbach.

O sucesso da iniciativa sensibilizou o criador: antes mesmo do campeonato duplo de suas vacas, ele decidiu apostar em um sistema de criação de semi-confinamento, no qual os animais em lactação ficam abrigadas em um galpão com temperatura controlada.

— Investimos em genética há 30 anos, agora estamos dando esse novo passo — comemora Zatt.

Fonte: Gaucha ZH

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com