Raízen e FIA Business School promovem primeiro curso de ESG ao setor sucroenergético no Brasil

PARTILHAR

Realizada de forma presencial em Piracicaba (SP), iniciativa pioneira é voltada para fornecedores de cana da maior produtora brasileira de etanol.

Em parceria com a FIA Business School, a Raízen inicia nesta terça-feira (24/1) o primeiro curso de ESG (sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança) concebido especificamente para o setor sucroenergético no Brasil. A turma inaugural reunirá mais de 30 produtores rurais das diferentes regionais de atuação da Raízen, e que fornecem cana-de-açúcar para a maior produtora brasileira de etanol. O curso será realizado de forma presencial em Piracicaba (SP), até quinta-feira (26/1).

Dividido em três módulos, o objetivo principal do curso é detalhar como as práticas ESG podem ser implementadas, e como a adesão a esse movimento está associada a ganhos de produtividade e de qualidade nos canaviais, proporcionando mais segurança socioambiental e econômica aos fornecedores de cana, que são responsáveis por 50% da matéria-prima processada nos parques de bioenergia da Raízen.

O conteúdo do curso foi desenvolvido pela FIA Business School, instituição sediada em São Paulo (SP), e reconhecida como referência em educação empresarial. “Fizemos um diagnóstico para entender como a Raízen espera que o ESG continue sendo expandido em sua cadeia produtiva, principalmente entre os fornecedores de cana. É um curso totalmente customizado”, detalha a professora Camila Mourad, coordenadora de cursos da FIA Business School.

Além das aulas presenciais, a programação do curso inclui visita a uma área de cultivo, para troca de experiências entre os produtores de cana. Os participantes também conhecerão a Central de Inteligência Agroindustrial da Raízen, localizada em Piracicaba, e o Pulse Hub, um dos grandes hubs incentivadores de inovação aberta do Brasil, e importante engrenagem na estrutura de inovação da Raízen”.

“Oferecer o primeiro curso de ESG do setor sucroenergético é um marco na evolução da nossa estratégia de sustentabilidade, que é integrada às ações de suporte aos fornecedores. O conhecimento trazido pela FIA Business School também atende a uma demanda de nossos parceiros, que compreendem a sustentabilidade como dinâmica de mercado e exigência da sociedade”, destaca Ricardo Berni, diretor de Agronegócios da Raízen.

Metade da matéria-prima processada pela Raízen provém de parceiros, dos quais 97% participam do Elos Raízen, programa inédito na cadeia da cana, para adoção progressiva de medidas que incentivam e apoiam o respeito ao meio ambiente e aos direitos humanos e trabalhistas. Com o Jornada Cultivar, que abarca 80% cana adquirida de produtores, a Raízen oferece, desde a safra 2013/2014, um leque de soluções para apoio à gestão, acesso a crédito e de redução de custo que estimulam a eficiência e a produtividade de seus fornecedores. O curso de ESG é uma iniciativa dos programas Jornada Cultivar e Elos Raízen.

Fonte: Raízen

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com