Raízes comestíveis, opção nutritiva e prática do dia-a-dia

Raízes comestíveis, opção nutritiva e prática do dia-a-dia

horta-em-casa
Foto: Divulgação

Raízes comestíveis: consumo nutritivo de forma fácil e acessível

De acordo com o Especialista em Agricultura Orgânica Thiago Tadeu Campos, as raízes comestíveis nada mais são do que tubérculos ricos em nutrientes utilizados na culinária tradicional. A maioria das raízes comestíveis são de conhecimento popular, como a beterraba, a batata e até mesmo o nabo, porém, há pouquíssima informação acerca dos nutrientes presentes em tais alimentos e sobre como cultivar tubérculos de forma orgânica.

Consumir raízes orgânicas, além de mais saudável, é uma forma de consumir os nutrientes em seu teor máximo, visto que não há nenhum tipo de interferência química em sua composição e que, o alimento em questão, está diretamente conectado com os nutrientes do solo.

carrot-2743498_1280
Foto: Divulgação

Quais são as melhores raízes para uma horta doméstica?

As raízes comestíveis podem ser consumidas em saladas cruas, como acompanhamento ou em pequenos lanches, além de muitas outras formas, como cozidos, gratinados, sopas, caldos, entre outras. Na hora de plantar, escolha espécies de fácil consumo e que agradem diferentes paladares. As principais escolhas são a cenoura, rica em vitamina A e propriedades antioxidantes, a beterraba, que possui grandes quantidades de Ferro, vitamina A e C e o gengibre, de sabor único e aplicável a diferentes receitas.

Além disso, também é possível cultivar de forma orgânica tubérculos como nabo, pastinaca, rabanete, funcho e inhame, os quais, se ainda não fazem parte da rotina alimentar de sua casa, são fáceis de introduzir em diferentes pratos e oferecem diversas propriedades nutritivas e medicinais.

mandioca-e-cenoura
Foto: Divulgação

Benefícios de consumir raízes orgânicas

Consumir raízes comestíveis é escolha rica em nutrientes, além de garantir praticidade ao dia-a-dia. No entanto, na maioria das vezes, as raízes deixam de ser aproveitadas devido à falta de informação do consumidor. Ao analisar raízes como o nabo e o funcho, vemos alimentos ricos em vitaminas e demais nutrientes que são essenciais para o bom funcionamento do organismo e que, portanto, não devem ser deixadas de lado em uma dieta nutritiva e equilibrada.

Além de fazer parte da culinária tradicional, as raízes comestíveis também estão presentes na alta gastronomia. O gengibre, por exemplo, é um excelente complemento para bebidas como sucos e vitaminas, mas também é encontrado em balas, doces e como tempero para diversos pratos.

raizes-comestiveis
Foto: Divulgação

As raízes comestíveis e a agricultura medicinal

Vale lembrar que o consumo de raízes é uma escolha altamente viável para quem procura métodos naturais de combate às doenças. Assim como as ervas medicinais, as raízes são ricas em propriedades homeopáticas, como a diminuição do colesterol ruim (LDL) e a manutenção de sistemas, como o respiratório e digestivo.

patio-vegetable-garden-2_mini-1
Foto: Divulgação

Como fazer uma horta orgânica para tubérculos e hortaliças

O que poucas pessoas sabem é que montar sua própria horta orgânica é uma tarefa fácil e divertida, e pode ser realizada em canteiros de solo ou até mesmo em pequenos vasos orientados verticalmente, popularmente conhecidos como jardins suspensos. No entanto, o plantio de tubérculos, requer o uso de vasos mais profundos, que possibilitem o crescimento radicular, enquanto que para o cultivo de uma horta de temperos e hortaliças, basta o uso de jardineiras e vasos de flor.

excellent-ideas-vegetables-garden-vegetable-garden-planting-guide-how-to-start-a
Foto: Divulgação

Cuidados ao cultivar raízes comestíveis

Um produtor orgânico deve estar mais atento à produção de raízes, visto que são demasiadamente delicadas e rejeitam, em sua grande maioria, o transplante de sementeiras para o solo definitivo. É preciso nutrir e tratar o solo antes de receber as sementes dos tubérculos, deixando-o arenoso e com o pH 6, pois uma boa drenagem é essencial para o crescimento vigoroso da planta.

As sementes devem ser depositadas com uma distância mínima para que, ao crescer, as plantas não se esbarrem, sendo o início da primavera o período ideal para iniciar a plantação. O processo do desbaste e da retirada de ervas daninhas também é necessário para garantir o crescimento saudável. Ao adubar essas plantas, recomenda-se o uso moderado de cinzas.

Consuma orgânicos e tenha uma vida sustentável!

O consumo de alimentos orgânicos garante uma rotina saudável e um futuro livre dos efeitos colaterais causados pelo consumo excessivo de produtos industrializados. Quanto mais natural for o procedimento de cultivo de determinada planta, mais nutritiva ela será. Os alimentos orgânicos são fáceis de plantar e possuem um sabor único, comece você também a cultivar essa ideia!