Recorde: Bezerro a R$ 357/@, onde vão chegar esses preços?

Recorde: Bezerro a R$ 357/@, onde vão chegar esses preços?

PARTILHAR
Foto: Marca Peixe

Preço da reposição está tomando um rumo sem precedentes e, no mínimo, curioso para a conta que vem sendo feita por quem compra os animais. Confira!

A última disparada de preços da arroba do boi gordo, trouxe um grande otimismo e procura no mercado da reposição. Esse fator de maior demanda com uma menor oferta no mercado, principalmente por conta do grande volume de fêmeas abatidas nos últimos anos, tem feito o mercado se comportar de forma, no mínimo, curiosa. Bezerro de desmama valendo R$ 2100, como que essa conta vai fechar?

A trajetória de alta das cotações no mercado de reposição continua. Segundo levantamento da Scot Consultoria, na média de todos os estados monitorados, entre machos e fêmeas anelorados e mestiços, o aumento foi de 3,5% nos últimos sete dias. Já comparado com o início do mês, a valorização é de 4,8%.

Os preços seguem firmes nas negociações informadas

Os participantes do aplicativo da AgroBrazil, vem informando um número maior de negociações no mercado de reposição nesses primeiros dias do mês. Confira o fechamento das médias até o momento, segundo os preços informados pelos pecuáristas:

Junho fechou com uma média para a categoria, na praça de São Paulo, de R$ 2095,26/@. Já em Goiás, onde tem sido observado os maiores preços, a categoria trouxe uma valorização de quase R$ 300/cab em relação a maio.

Em Paranaiguara/GO, pecuarista negociou animais de 180 kg, por R$ 2142,75 por cabeça. Os preços são recorde e de “assustar”, com uma arroba estocada de R$ 357 o planejamento precisa ser muito criterioso para se fechar a conta.

Outros negócios informados, mostram que o caso não é isolado e o animal está valorizado e escasso no mercado atual. Em Aquidauana/MS, o valor negociado dos animais foi informado em R$ 1780/cab. E outro, na mesma região, por valores de R$ 2096.

Os preços estão subindo e a menor oferta deve continuar pressionando os preços nos próximos meses. Entretanto, os olhos ficam atentos para o mercado de insumos, já que o custo de produção desse animal deve impactar, e muito, na margem de lucro no final da recria/engorda.

Confira alguns preços informados no app da Agrobrazil:

Mas afinal, a conta vai fechar para esse animal?

Quando se faz a reposição do rebanho, o pecuarista deve se atentar ao seu planejamento, além de ter uma análise criteriosa do mercado futuro ou o futuro do mercado. Diante disso, o dever de casa deve ser feito, buscando melhores produtividades e contar com um bom cenário de venda futura. Mas qual a situação hoje?

Diante do que se é observado, os preços tem buscado um novo patamar e encontrou um viés de alta que tem se sustentado. Entretanto, no mercado futuro essa reação está mais tímida e sem grandes alterações. Mas quer dizer que teremos preços baixos? Não. O mercado externo tem ajudado a sustentar os preços e a dependência da China é uma atual preocupação. Mas sim, podemos ter novos recordes no final do ano.

Se o mercado será de uma nova alta acelerada, como em 2019, é preciso observar o comportamento da demanda interna, que ainda é o principal consumidor da carne produzida. Por outro lado, a menor oferta de animais prontos deve se sustentar, trazendo uma maior pressão no mercado. Ainda não se sabe o impacto do gado confinado sobre o preço da arroba no segundo semestre.

Momento de cautela e é preciso que o pecuarista busque um planejamento estratégico, pautado em uma realidade e análise de mercador com dados reais.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Zootecnista pela Universidade Federal de Viçosa MBA em Gestão de Projetos pela UNIUBE, idealizador do projeto Tecnologia para o Agronegócio. Possui base técnica e experiência de campo em propriedades de corte e leite. Sócio-Diretor do Compre Rural. (62) 996441746 thiagorp100@gmail.com