Rei do Gado paga R$4.300/cab nos bezerros Carpa; Vídeo

PARTILHAR
@carpaserrana

Mais uma vez o Rei do Gado, Kiko Quagliato, dono da marca 20@, deu uma porteirada no Mega Leilão da Carpa Serrana e comprou quase 2.000 bezerros!

A Carpa Serrana (SP) comemora 51 anos de seleção do Nelore e, para isso, promoveu o 43º Mega leilão Anual Carpa. E, mais uma vez, o Rei do Gado, Kiko Quagliato, esteve presente para sua porteirada no ‘Mega Leilão Anual Carpa’, um dos maiores eventos comerciais da pecuária brasileira. A Carpa cumpriu agenda nos dias 4 e 5 de setembro ofertando sua genética qualificada em touros, matrizes e gado geral, produtos de um apurado trabalho de seleção com a raça Nelore desenvolvido há mais de meio século.

Promovido em sua 43ª edição pelo criador Eduardo Biagi, titular da Carpa Serrana, a rodada dupla presencial e virtual de negócios movimentou cerca de R$ 23,1 milhões, informou a assessoria do evento. Confira todas as informações abaixo!

O criatório de Duda Biaggi preparou uma superoferta de animais para esse ano e, como não poderia ser diferente, mais uma vez o Rei do Gado, o Kiko Quagliato, dono da marca 20@, deu uma porteirada no Mega Leilão da Carpa Serrana e comprou quase 2.000 bezerros Carpa.

Outro grande comprador do evento, foi o Confinamento Ômega, localizado no interior de paulista. O evento ainda contou com a presença de importantes nomes da pecuária nacional.

A primeira etapa, realizada no recinto de leilões da Fazenda Cibrapa (Barra do Garças, MT), ofertou 2.700 bezerros comerciais à média de R$ 4.300 e 1.640 bezerras e novilhas ao preço médio de R$ 3.700. Também foram comercializados 200 reprodutores Nelore PO ao valor médio de R$ 22.000 – valor equivalente a 82,7@ de boi gordo para pagamento à vista em Cuiabá (R$ 266/@), de acordo com a Scot Consultoria.

Investimento milionário do Rei do Gado

Dividido em duas etapas, o leilão apresentou em pista uma grande qualidade de genética que não há dúvidas, gera resultado. Uma da mais renomadas genéticas do país, a Carpa ofereceu 2.700 bezerros de corte, grande parte desses foram comprados com o “cartão fidelidade” pelo Rei do Gado, veja!

Nessa categoria, um fato inédito e surpreendente voltou a marcar o mundo da pecuária. O comprador arrematou a bezerrada Carpa. O pecuarista Kiko Quagliato, da Fazenda Favorita, sede do projeto 20@, de Nova Crixás, GO, não perdeu a oportunidade da oferta e, nos últimos lotes, lançou para a preferência de dar a chamada “porteirada”.

@carpaserrana

O preço médio para os bezerros de Corte, quase 2000 animais, foi de R$ 4.300,00/cab. Sendo assim, o investimento do Rei do Gado foi, nada menos, que quase R$ 8.600.000,00 milhões de reais. Em um momento onde o mercado do boi da sinais de grande lacuna na oferta para o ano de 2023, um dos maiores produtores do país não poderia deixar uma grande oportunidade dessas “passar pela porteira”.

Localizado no Vale do Araguaia, no norte de Goiás, o grupo KQ Alimentos é referência na recria e engorda de bovinos de corte, não só no estado goiano como em todo o Brasil. Os números falam por sí: são mais de 41 mil cabeças de gado produzidas nas 7 fazendas próprias (9.020 ha) e em mais 18.000 ha de áreas arrendadas em outras propriedades. Não é à toa que o proprietário de tudo isso, Kiko Quagliato, seja conhecido como o Rei do Gado.

A Favorita foi comprada há alguns anos por Francisco Quagliato Filho, o Kiko Ranch, 45 anos, por ter um confinamento para engordar 25 mil animais por safra. Ranch é um amante da cultura texana e vai imprimindo seu ritmo nos negócios. “Os americanos são práticos e pensam na rapidez dos processos”, diz. “Isso me atrai muito.”

Pertencendo ao Rei do Gado, a família Quagliato vem fazendo história na pecuária de corte com um rebanho com mais de 200 mil cabeças de gado. Durante o evento eles quebram mais um recorde, foi a maior “porteirada” em um leilão, comprando quase 2000 animais da Carpa, fazenda referência em genética.

@kikos_ranch_20

Ranchi é neto de Orlando Quagliato, agricultor que na década de 1950 fundou a usina São Luiz em Ourinhos, no interior paulista, para produzir açúcar e etanol, e na década de 1970 começou a criar gado no Pará, numa época em que ter um rebanho de 20 mil cabeças era negócio privativo de milionário.

Hoje, o grupo possui mais de 200 mil animais no Pará. Ranchi foi para a Estrada do Boi em 1997 para tomar conta de uma fazenda que era de seu pai desde 1969. Hoje, dono de cinco fazendas, ele arrenda outras 13 na região e tem um rebanho de 30 mil animais.

Segundo ele, o Vale do Rio Araguaia não é para principiantes. “A seca na região é tão crítica que quem vem aqui em setembro nunca mais volta”, diz. “O capim amarela, fica retorcido e vira palha. Não se vê um único galho verde na paisagem.” Ranchi diz que o confinamento da fazenda Favorita vai servir para minimizar os transtornos provocados pela falta de comida no inverno.

Confira abaixo como foi o evento completo

Fechamento do Leilão Carpa

Já na noite de 5 de setembro, o balcão eletrônico exclusivo de fêmeas fechou a dobradinha de vendas negociando 50 matrizes PO paridas e prenhes ao preço médio geral de R$ 21.000.

Todos os exemplares saíram com medições de ultrassonografia de carcaça e avaliações destacadas no Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), da ABCZ.

Os remates tiveram a chancela da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) e do Pró-Genética, da ABCZ. A Central Leilões e Programa Leilões organizaram os eventos, que foram transmitidos pelo Canal Rural.

Os leiloeiros rurais Paulo Brasil e Alexandre Barbosa se alternaram no comando do martelo. Pagamentos: 6 (gado de corte) e 30 parcelas (touros e matrizes).

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com