Reposição sobe mais de 11% e preocupa pecuaristas

Reposição sobe mais de 11% e preocupa pecuaristas

PARTILHAR
Foto: Nelore Kaka

Alta da reposição preocupa pecuaristas e preços chegam a R$ 310 por arroba para a categoria de bezerros. Veja o que esperar desse mercado!

O mercado de reposição segue sua trajetória de alta e as cotações acumulam valorização de 11,1% desde o início do ano, considerando média de todos os estados monitorados pela Scot Consultoria.

Na comparação semanal, os preços subiram 3,9%. A demanda aquecida, associada à oferta limitada na maior parte dos estados, explicam a firmeza do mercado. Outro fator que colabora com esse cenário é a entrada da entressafra. A menor oferta de animais terminados nos frigoríficos tem resultado em valorizações no mercado do boi gordo e, consequentemente, aumenta a procura pela reposição.

Demanda aquecida já reflete em altas nos preços da reposição em todo o país, afinal de contas a lei da oferta e da procura é o que permeiam os valores nesse momento. O grande número de abate de fêmeas nos últimos anos trouxe uma escassez de reposição no mercado. Além disso, é preciso pontuar a grande demanda pela carne brasileira no mundo.

Segundo informações de alguns pecuaristas, bezerros de até 6 arrobas em Goiás, foram comercializados na casa de R$ 1900 por cabeça. Estando dentro da média nacional para a categoria.

No app da Agrobrazil, negócios foram informados para a região de Anaurilândia/MS, o preço foi de R$ 1900/cab para animais com média de 220kg e pagamento à vista.

Já em Corinto/MG, o preço médio da arroba está sendo negociado por R$ 298/@ para animais de desmama. Já em São Paulo, no município de Santópolis do Aguapei, os preços são de R$ 2120,00/cab, para animais de 220 kg, com pagamento à vista.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com