Retenção de placenta: fatores de risco e prevenção

Retenção de placenta: fatores de risco e prevenção

PARTILHAR

A prevenção é a melhor opção para evitar a retenção de placenta nos bovinos e prejuízos econômicos ao produtor de leite. Veja!

*Artigo publicado originalmente no blog da FUNDAÇÃO ROGE

A retenção de placenta é um indicativo de problemas relacionados, dentre outros, ao manejo de vacas leiteiras no período de transição. O impacto disso na saúde do animal no período do pós- parto é o comprometimento da produtividade do animal, devido ao baixo desempenho reprodutivo e às perdas consideráveis na produção de leite. Caso não seja tratada, a retenção pode evoluir para a metrite resultando em maiores prejuízos ao produtor leiteiro.

A placenta permite a troca de nutrientes e oxigênio entre o bezerro e a mãe. No momento do parto as membranas fetais devem ser rapidamente liberadas para que ocorra uma expulsão adequada. Quando isso não ocorre, acontece a retenção de placenta.

Saiba quais são as causas e prevenção da doença no artigo completo no blog da FUNDAÇÃO ROGE:

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com