Saiba como obter os melhores resultados na Estação de Monta

PARTILHAR
Confinamento e Boitel VFL BRASIL. Foto: Marcella Pereira

Especialistas de corte explicam o que o pecuarista precisa saber durante a estação de monta para potencializar os resultados da fazenda.

No Brasil, a pecuária de corte tende a respeitar um cronograma de produção demarcado pelas fases de cria, recria e engorda, sendo a cria a etapa que merece maior atenção por parte dos pecuaristas, pois representa o início de um novo ciclo. Para auxiliar em seu planejamento, muitas fazendas seguem a estação de monta, estratégia estabelecida pela fazenda no qual todas as fêmeas aptas à reprodução serão inseminadas, garantindo que todos os bezerros nasçam no mesmo período. “Esses partos em períodos concentrados, coincidem com a época de máximo crescimento natural dos pastos (período chuvoso), trazendo maior disponibilidade forrageira, com o objetivo principal de beneficiar as matrizes paridas”, complementa Antonio Carlos, gerente de corte taurino da Semex Brasil.

A estação de monta dura, em média, entre 90 a 120 dias, e alguns especialistas afirmam não haver um período fixo. Alguns fatores devem ser analisados previamente para definir o período de estação de monta, como época de melhores pastagens, visando garantir o aporte nutricional adequado; período em que os bezerros nascerão; e época em que serão desmamados. “Esse período deve ser traçado e definido conforme as características da região, da propriedade e conforme o sistema de produção e estratégia do pecuarista e sua equipe, podendo ser mais curto, assim imprimindo uma pressão de seleção mais forte ou mais longa”, ressalta André de Souza e Silva, gerente de corte zebu da Semex Brasil.

Antonio Carlos comenta ainda que a redução da estação reprodutiva no gado zebu para períodos menores que os tradicionais de 120 dias traz diversos benefícios. “Primeiramente, ocorre a maior concentração de nascimentos em época ideal, quando a qualidade e a quantidade da forragem atendem aos requisitos nutricionais das matrizes e, consequentemente, maior homogeneidade e peso dos animais à desmama. Isso irá refletir em carcaças padronizadas e fêmeas com o mesmo perfil genético”, conclui.

Cuidados que todo pecuarista deve ter

A estação de monta está inserida em um sistema de produção mais amplo, ou seja, depende de outras etapas que precisam ser adequadamente planejadas e executadas. O planejamento bem feito é crucial para alcançar os objetivos traçados pela fazenda. André de Souza e Silva apresenta alguns pontos que precisam estar em dia para um resultado positivo, confira:

– Fêmeas em Idade Reprodutiva: devem dispor de nutrição adequada (pastagens e mineralização), para estarem em estado corporal adequado na estação de monta;

– Calendário Sanitário em Dia: principalmente vacinas contra doenças reprodutivas;

– Mão-de-obra Capacitada: treinamento, capacitação e atualização da equipe para executar todas as tarefas definidas para estação e monta;

– Acompanhamento: ter suporte e acompanhamento de um médico veterinário;

– Insumos garantidos: importante mencionar que para o sucesso da estação de monta, o pecuarista precisa fazer o correto planejamento de suas compras, considerando a quantidade de insumos que irá necessitar (protocolos, doses de sêmen, materiais de manejo, dentre outros necessários para a atividade).

“Agora, falando especificamente de genética, o pecuarista deve definir o seu ano pecuário, considerando todas as etapas e fazer a definição do período de compras. Período esse que antecede em alguns meses a estação de monta. Assim ele tem condições de definir e garantir doses dos reprodutores que irão ser utilizados dentro de sua propriedade,” comenta André.

Antonio ainda reforça que o sucesso da estação de monta depende de uma série de cuidados ligados às doenças infecciosas que podem afetar o sistema reprodutivo de machos e fêmeas, diminuindo a taxa de prenhez, causando abortos e levando à produção de bezerros com desempenho inferior. “De qualquer maneira, o sucesso da estação de monta e/ou outras atividades requerem planejamento, genética superior, equipe, currais adequados, profissionais experientes e suplementação nutricional”, finaliza.

Fonte: Ascom

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com