São Bibiano vence grande campeonato das fêmeas Angus

São Bibiano vence grande campeonato das fêmeas Angus

Vaca adulta São Bibiano Daddy 7524 TE Zorzal, da Cabanha São Bibiano, é a Grande Campeã da Expointer
Vaca adulta São Bibiano Daddy 7524 TE Zorzal, da Cabanha São Bibiano, é a Grande Campeã da Expointer Foto: Gabriel Oliveira

Uma garoa fina começou a cair no Parque de Exposições Assis Brasil no exato momento em que a grande campeã Angus da Expointer 2016 foi anunciada.

Grande Campeã:

São Bibiano Daddy 7524 TE Zorzal (box 827) – Cabanha São Bibiano / Uruguaiana (RS)

Reservada de Grande Campeã:

Espinilho Priority TE242 (box 813) – Estância do Espinilho / Cruz Alta (RS

Terceira Melhor Fêmea:

Cia Azul TE15 Relíquia NET Worth – Cia Azul Agropecuária / Alegrete (RS)

Foi ao lado da família e cercado por amigos que o tradicional criador de Uruguaiana (RS), Antônio Martins Bastos Filho, da Cabanha São Bibiano, venceu o julgamento de fêmeas na tarde escaldante desta terça-feira (29/8), na pista Central do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

A vaca adulta São Bibiano Daddy 7524 TE Zorzal (box 827) levou o grande campeonato da Expointer 2017 e deve ser utilizada como mãe de plantel para trilhar o futuro do rebanho da São Bibiano.

A fêmea já tem tradição nas exposições gaúchas. Foi reservada de grande campeã da Expointer 2016 e reservada na Exposição de Uruguaiana. “É uma satisfação enorme, resultado de uma vida inteira de trabalho na Angus para colocar a São Bibiano nos padrões máximos de evolução”, comemorou o criador. Segundo ele, o título vem em um momento especial, quando já pensa na aposentadoria.

O pecuarista cuja história se confunde com a evolução genética do rebanho Angus gaúcho destaca emocionado a importância de ter, ao seu lado, os filhos para administrar a propriedade.

Segundo o jurado Flávio Montenegro Alves, a vitória deve-se ao equilíbrio do exemplar. “É a vaca mais perfeita que vi aqui. Montei uma linha que me deixou muito satisfeito, vejo a fêmea menor e a maior e uma é o futuro da outra em termos de tipo.

Mas a grande campeã é realmente perfeita”. Isso porque, explica ele, tem equilíbrio e tudo o que se espera de uma fêmea: linha de lombo, profundidade, pureza racial, feminilidade, aprumos e profundidade de costela.

Fonte: ABA

PARTILHAR

21 anos, Jales/SP.
Estudante de Jornalismo, fotógrafa e estagiaria em Assessoria de Imprensa.
Contato: jornalismo@comprerural.com