Seca faz Austrália elevar fortemente abates de fêmeas

Seca faz Austrália elevar fortemente abates de fêmeas

PARTILHAR
femeas-da-raca-wagyu
Foto: Divulgação

Abates totais de bovinos no país cresceram 14% no primeiro trimestre ante o mesmo período do ano passado.

A Austrália, um dos principais correntes do Brasil no comércio mundial de carne bovina – sobretudo no ascendente mercado chinês –, continua liquidando o seu rebanho de fêmeas por conta da forte estiagem registrada nas principais regiões pecuárias do país.

Segundo dados do Rabobank, no primeiro trimestre deste ano, os abates totais de bovinos no país cresceram 14% em relação ao mesmo período do ano passado. Nessa mesma base de comparação, as matanças de fêmeas registraram aumento de 33% – em março, a participação das fêmeas nos abates totais atingiu 58%, a maior taxa em mais de 20 anos.

Ainda de acordo com relatório do Rabobank, as projeções da indústria divulgadas em abril apontaram um estoque total de bovinos na Austrália de 25,2 milhões de cabeças, também o menor valor em mais de 20 anos.

Fonte: Portal DBO

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.