Seis queijos mineiros são premiados em concurso mundial

PARTILHAR

O evento aconteceu no dia 2 de novembro. Foram avaliados mais de quatro mil queijos de mais de 40 países. O Brasil recebeu 15 medalhas.

 O Sindicato da Indústria de Laticínios de Minas Gerais (Silemg), aponta que de 1,2 milhão de toneladas de queijo fabricadas no Brasil, aproximadamente, 40% foram produzidos em Minas Gerais. O levantamento é de 2020ne o mais recente feito pela instituição.

Não é à toa que no World Cheese Awards 2022-2023, seis queijos de Minas Gerais foram premiados no concurso, que é um dos mais importantes do mundo. Neste ano foi realizado no País de Gales. O Queijo Lua Cheia, do Laticínio Serra das Antas, de Bueno Brandão, no Sul de Minas, ganhou a medalha Super Ouro na categoria de melhor queijo latino-americano.

O evento aconteceu no dia 2 de novembro. Foram avaliados mais de quatro mil queijos de mais de 40 países. O Brasil recebeu 15 medalhas. A avaliação incluiu análise da casca, do corpo do queijo, da cor, da textura, da consistência e, sobretudo, do sabor. A Fazenda Generosa, localizada em Andrelândia, recebeu medalha de prata pelo queijo minas meia cura Lendário da Generosa. Veja a lista dos ganhadores de Minas:

Super Ouro:
Laticínio Serra das Antas, de Bueno Brandão: Queijo Lua Cheia

Ouro:
Laticínios Paiolzinho, de Cruzília: Queijo Azul da Mantiqueira

Prata:
Fazenda Generosa, de Andrelândia: Lendário da Generosa
Laticínio Serra das Antas, Bueno Brandão: Tipo Gorgonzola Dolce

Bronze:
Laticínios Paiolzinho, Cruzília: Queijo Capim Mantiqueira
Laticínio Serra das Antas, Bueno Brandão: Bueno, tipo Comté

Fonte: uaiagro

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com