Semex tem nova coordenadora de Programas Genéticos

Semex tem nova coordenadora de Programas Genéticos

PARTILHAR
raça-holandesa
Foto: Divulgação

A nova gestora conduzirá as ações do Sistema AI24, programa que monitora, em tempo real, a saúde e reprodução de vacas e novilhas.

Com atuações em fazendas leiteiras do Canadá e na Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (ABCBRH), a médica veterinária Bruna Maldaner Schiefelbein acaba de assumir a coordenação dos Programas Genéticos da central de inseminação Semex Brasil.

Formada pela Universidade Federal de Santa Maria/RS, ela conduzirá as ações do Sistema AI24, programa que monitora, em tempo real, a saúde e reprodução de vacas e novilhas. Além disso, prestará consultoria aos produtores atendidos pela empresa nos Estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. “Acredito no potencial da pecuária leiteira do Sul do país.

Tenho certeza de que temos muito a crescer e desenvolver na região. Espero que com minha juventude, entusiasmo e conhecimento de anos envolvida no setor pecuário possa ajudar o Grupo Semex a crescer ainda mais.”, assegura.

Antes de assumir o cargo, Bruna atuou como superintendente técnica da ABCBRH ente o período de 2016 e meados de 2017. Apesar de ter apenas 26 anos de idade, seu envolvimento com a pecuária leiteira vem desde a infância. “Costumo dizer que nasci no meio das vacas, pois, foi no ano do meu nascimento que meu pai iniciou suas atividades no ramo da pecuária leiteira.

Nunca tive dúvidas sobre a minha escolha em trabalhar no setor. Acredito que está no meu DNA.  Além disso, este é um ramo promissor e apaixonante. Quem trabalha com vacas de leite sabe o quanto é compensador o trabalho no campo. É motivador ver os resultados do trabalho diário.”, garante.

A nova coordenadora de Programas Genéticos passa a atuar junto a uma equipe altamente capacitada da Semex Brasil, que tem atuação em todo o país. Além de distribuir genética de qualidade de várias raças bovinas, a empresa oferece serviços de tecnologia voltados à eficiência produtiva.

Segundo Bruna, a decisão de fazer parte da equipe foi baseada no profissionalismo e na competência da empresa, que, além de entregar um produto de extrema qualidade aos seus clientes, presta uma assistência diferenciada.

Fonte: Semex

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.