Silagem de sorgo: maior produtividade com menor custo

Silagem de sorgo: maior produtividade com menor custo

PARTILHAR

Após o milho, é a cultura anual mais importante para produção de silagem a ser oferecida como alimento volumoso para as vacas durante o período seco do ano.

*Artigo publicado originalmente no blog da FUNDAÇÃO ROGE

A silagem de sorgo é uma opção para a alimentação de bovinos leiteiros que vem crescendo muito no Brasil. Após o milho, é a cultura anual mais importante para a produção silagem a ser oferecida como alimento volumoso para vacas leiteiras durante o período seco do ano.

Afirmava-se que a cultura do sorgo era mais tolerante ao estresse hídrico (estiagem) do que a cultura do milho. Porém, com o avançar dos trabalhos de melhoramento genético, os atuais híbridos de sorgo são quase tão produtivos e, portanto, tão exigentes em cuidados quanto os de milho.

Uma boa silagem de sorgo inicia-se pela escolha de um bom híbrido de acordo com suas características agronômicas e bromatológicas, passa pelos tratos culturais na lavoura, pela colheita no ponto certo, pelo grau de compactação do material no silo e, por fim, pelo tempo de armazenagem.

Cuidados na Produção de Silagem 

Assim como para outras forrageiras a serem conservadas na forma de silagem, alguns cuidados devem ser observados durante o processo de produção, tais como:

  • Preparo e fertilização de solo
  • Escolha da semente
  • Regulagem da semeadora
  • Definição do espaçamento entre as plantas nas linhas e entre as linhas de plantas
  • Verificação da densidade populacional (número de plantas por hectare)
  • Plano de controle de pragas, doenças e plantas daninhas
  • Momento certo para a colheita dessa forragem

Quer saber mais? Leia o artigo completo no blog FUNDAÇÃO ROGE:

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com