Sindileite lança campanha de apoio a produtores de leite

Sindileite lança campanha de apoio a produtores de leite

PARTILHAR
Foto Divulgação

Por conta da crise econômica gerada pela Covid-‘9, os laticínios tiveram queda de 50% no fornecimento, o que afetou diretamente os criadores de gado de leite do estado.

O Sindicato das Indústrias dde Laticínios e Produtos Derivados de Leite do Estado da Bahia (Sindileite) divulgou uma campanha nas redes sociais para incentivar o consumo, por parte dos baianos, de produtos oriundos dos laticínios da Bahia, durante a pandemia da Covid-19.

Por conta da crise econômica gerada pelas ações de combate a pandemia, como o isolamento social em massa, os laticínios que fabricam produtos para abastecer mercados, escolas, restaurantes, pizzarias, padarias, hoteis e pousadas, dentre outros, tiveram queda de 50% no fornecimento, o que afetou diretamente os criadores de gado de leite.

De acordo com o Sindileite, a Bahia possui cerca de 100 mil produtores de leite e de 300 laticínios. A quantidade de leite que está sendo desperdiçada por dia, já que a produção não parou, não foi informada.

Veja o vídeo da campanha de valorização dos laticínios da Bahia:

Recentemente, o Canal Rural mostrou que na região de Serra Dourada, na Bahia, 15 mil litros de leite estão sendo descartados diariamente, devido a crise gerada pelo novo coronavírus. A coleta de leite na região foi suspensa no dia 23 de março porque não há mais venda de queijo. Não há previsão de retorno da atividade na região.

O produtor de leite Ramiro Ledo disse que a situação está difícil para a categoria. “A maioria dos moradores daqui vive disso, é a manutenção da família, de todas as suas despesas”, declarou.

Uma das soluções que o Sindleite está buscando é junto às Prefeituras, para que estas comprem leite dos produtores e doe para pessoas carentes, sobretudo as famílias que possuem crianças, já que muitas delas têm na merenda escolar a principal refeição do dia.

No dia 1º de abril, o Ministério da Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento autorizou as indústrias de laticínios fiscalizadas pelo Serviço de Inspeção Estadual (SIE) a repassar, durante a pandemia, os excedentes ou a totalidade da captação de leite “in natura” para as indústrias fiscalizadas pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF). A autorização veio após solicitação do Sindileite da Bahia.

O Sindileite, para minimizar os impactos negativos sofridos pelos produtores de leite do estado, passou a disponibilizar, em parceria com a Secretaria de Agricultura da Bahia (Seagri), tanques de resfriamento para ampliar a capacidade logística e estratégica na captação de leite dos laticínios, de forma a atender todas as bacias leiteiras em dificuldade.

O sindicato pede que as empresas que estejam precisando do apoio entrem e contato o quanto antes, já que o atendimento se dá por ordem de solicitação.

Fonte: Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com