SOESP integra a Associação Rede ILPF, parceria público-privada

SOESP integra a Associação Rede ILPF, parceria público-privada

PARTILHAR
ilpf-embrapa
Foto: Embrapa

SOESP inicia participação no grupo de integração lavoura pecuária floresta (ILPF), que oferece ao produtor rural inúmeros benefícios.

A Associação Rede ILPF teve início em 2012, como uma parceria público-privada a fim de incentivar a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) nas propriedades brasileiras, uma estratégia de produção que traz diversos benefícios para o meio ambiente e para a economia dos produtores através do máximo aproveitamento da área produtiva.

Esta forma de sistema integrado busca otimizar o uso da terra, elevando os patamares de produtividade, diversificando a produção e gerando produtos de qualidade. Com isso, reduz a pressão sobre a abertura de novas áreas.

Atualmente, além de empresas como a Cocamar, John Deere, Syngenta, Bradesco e a Embrapa, a SOESP integra este seleto grupo, que leva até o produtor eventos, dias de campo instrutivos, além de profissionais capacitados e prontos para auxiliar na implantação desse sistema.

Soesp Advanced

A SOESP, sempre pensando em inovação e tecnologia para melhorar a produtividade e rentabilidade dos produtores rurais, criou a SOESP ADVANCED, que se alinhou com os ideais da ILPF, pois além de proporcionar um plantio com menores custos e maior uniformidade, não leva fungos e evita perdas por ataques de insetos. Outra característica exclusiva é a adaptação dessas sementes a diferentes maquinários de plantio, se encaixando nas diversas modalidades que a ILPF exige.

Os estudos da Associação Rede ILPF não param, são mais de 100 Unidades de Referência Tecnológicas distribuídas pelos biomas do Brasil e mais de 20 unidades de Pesquisa da Embrapa trabalhando para encontrar as melhores estratégias e tecnologias que irão auxiliar na intensificação dos pastos, na melhoria da agricultura e na fortificação da pecuária.

Associação Rede ILPF

Lançada em 4 de abril em Brasília (DF), a Rede ILPF, uma associação formada entre Embrapa, cooperativa Cocamar e as empresa John Deere, Soesp e Syngenta. O objetivo é estimular o uso da tecnologia de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) e ajudar a garantir que o Brasil alcance 19,3 milhões de hectares  com ILPF até 2020. Estima-se que, hoje, cerca de 14,6 milhões de hectares brasileiros sejam gerenciados com o uso de sistemas integrados.

A parceria público-privada marca uma nova fase de um trabalho iniciado em 2012, quando se formou a Rede de Fomento ILPF.

Naquela época, com outra constituição jurídica, as empresas passaram a aportar anualmente R$ 500 mil cada uma em uma fundação para custear ações conduzidas pela Embrapa, como a instalação de 107 Unidades de Referência Tecnológica, realização de dias de campo e eventos técnicos, capacitação de profissionais, além da geração de informações sobre os sistemas integrados de produção agropecuária.

Foto: Divulgação

Sobre a SOESP

A SOESP iniciou suas operações no ano de 1985 em Presidente Prudente, no Extremo Oeste Paulista. Tudo começou quando Itamar Alves de Oliveira (atual presidente da empresa) decidiu expandir os negócios da família e, com muita dedicação, determinação e trabalho fundou o que hoje é uma das maiores empresas no setor agropecuário do Brasil: a SOESP. Ele vislumbrou no ramo de sementes forrageiras tropicais uma forma de oferecer ao mercado produtos de altíssima qualidade e confiança, que contemplassem os anseios de quem lida com a terra.

Desde então, a SOESP tem o compromisso de oferecer aos produtores rurais do Brasil e do mundo o que há de mais moderno e inovador em sementes de pastagem.

Consolidada no mercado há 30 anos, a SOESP tem garantida a confiança dos produtores, os quais possuem maior satisfação com as sementes SOESP e recebem informações técnicas fundamentais para uma formação adequada de pastagens e uso do solo. Sua matriz conta com infraestrutura voltada à produção, beneficiamento, comercialização e desenvolvimento de novas tecnologias tanto para pecuária como para agricultura de baixo carbono.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

1 COMENTÁRIO