Sumário conta com os melhores touros jovens da raça Brangus

Sumário conta com os melhores touros jovens da raça Brangus

PARTILHAR
saga-brangus-mauricio-de-almeida-1
Touros Saga Brangus / Foto: Lourenço Furtado / Fato&Foto

Publicação lista os 30% dos melhores touros jovens, dados são dos três programas de melhoramento genético que fazem a avaliação da raça Brangus.

Indiscutivelmente o cruzamento hoje é uma das opção mais lucrativas dentro da pecuária de corte, o ganho financeiro gerado pela heterose entre raças zebuínas e taurinas ganhou as fazendas de norte a sul do nosso país. Pensando nisso a Associação Brasileira de Brangus (ABB) acabou de lançar o Sumário de Touros Brangus, na lista estão os 30% dos melhores touros jovens (nascidos em 2016) da raça, na relação você poderá encontrar animais dos três programas de melhoramento genético que atendem os produtores da raça, são eles: Natura, Promebo e Geneplus/Embrapa.

O necessário melhoramento genético da eficiência total de produção de carne bovina fundamenta-se em dois princípios: seleção e sistemas de acasalamento. Os programas de melhoramento genética de bovinos de corte lidam com a seleção e visam aumentar a precisão das tomadas de decisão em características herdáveis e de importância econômica, a partir de um sistema de controle de produção e de avaliação genética dos reprodutores.

touros brangus da gap genetica
Foto: Brangus GAP Genética

“Quando se utiliza, principalmente, a raça Brangus – que é a segunda hoje de maior uso entre as raças taurinas, tendo ultrapassado já o Red Angus – na F1, nasce um produto muito parecido com a F1, pois ela consegue agregar valor e ter uma heterose semelhante a do F1 (macho)”, explica Marcelo Selistre no artigo Cruzamento Industrial: um mundo de possibilidades lucrativas, destacando que o Brangus dentro do sistema de cria permite que o pecuarista consiga dar sequência nessa alta produtividade com valor agregado no produto, e esse é o motivo que tem feito o Brangus crescer dentro do mercado.

São informações dos melhores touros jovens classificados nos três programas de MGA que fazem avaliação da raça.

Nos últimos dez anos, o número de registros de bovinos da raça Brangus cresceu mais de 80% no Brasil, passando de cerca de seis mil para 10.785 animais registrados, conforme a Associação Brasileira de Brangus (ABB). O pesquisador da Embrapa Pecuária Sul (RS) Joal Brazzale Leal acredita que o número real seja muito maior, já que muitos pecuaristas não registram seus animais. Segundo Joal, o Brangus tem gerado anualmente ao setor produtivo centenas de milhões de reais. “Por ano, são vendidos cerca de dois mil touros Brangus de, em média, R$ 8 mil cada, o que dá R$ 16 milhões. As fêmeas, vendidas a R$ 3 mil por cabeça, são cerca de cinco mil, o que dá R$ 15 milhões.

Sumário Brangus, clique para baixar

Sumário de Touros Jovens Brangus

Faça a download abaixo do sumário com as informações de todos os touros, no total são 200 animais com todas as DEPs separados pelos programas que fazem parte.

Logo ABB associação brasileira de brangus

Sobre a  ABB

A Associação Brasileira de Criadores de Ibagé, nome que foi dado originalmente a raça, foi fundada no dia 26 de janeiro de 1979 por um grupo de produtores rurais e técnicos do setor. Com o desenvolvimento do criatório e a introdução de animais de cruzamento de sangue Brahman, no ano de 1989, passou a se denominar Associação de Brangus Ibagé. Em 1998, acompanhando as políticas de globalização e em função do Mercosul, com a homologação do Ministério da Agricultura, mudou o nome para Associação Brasileira de Brangus, usado até os dias de hoje.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com