Tabela do frete e aumento de custos devem frear alta na produção...

Tabela do frete e aumento de custos devem frear alta na produção de leite

PARTILHAR
Foto: Diogo Zanata

Menor oferta de matéria-prima e elevação dos gastos com ração e transporte podem fazer com que a captação seja inferior ao esperado neste ano; preço ao produtor subiu 50% até agosto.

Em um cenário de custos de produção elevados após a greve dos caminhoneiros, a Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos) reduziu a perspectiva de aumento na produção de leite no Brasil para este ano, de 3,3% para 1,5% a 2%.

No ano passado, a captação de leite foi de aproximadamente 33 bilhões de litros.

De acordo com o diretor executivo da associação, Marcelo Martins, a greve gerou prejuízos de R$ 1 bilhão e causou desde a falta de produtos para higienizar máquinas até a perda de leite que deixou de ser entregue aos laticínios durante e no período imediatamente após a paralisação.

No Rio Grande do Sul, terceiro maior produtor de leite do País, 56 milhões de litros deixaram de ser entregues às indústrias em razão da greve.

“Hoje, todas as empresas estão trabalhando com margens muito curtas e com pouca disposição para investir”, diz Martins.

Leia a notícia na íntegra no site do DCI.

Fonte: DCI

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com