Técnica aumenta em 44,9% retorno na pecuária

Técnica aumenta em 44,9% retorno na pecuária

PARTILHAR
pecuária-de-corte Confinamento Monte Alegre
Foto: Confinamento Monte Alegre

A lucratividade da pecuária está diretamente ligada a capacidade do produtor negociar bem os seus insumos e a compra e venda dos animais.

O produtor que quer se manter na atividade, com alta rentabilidade, já entendeu que é preciso trabalhar com eficiência produtiva dentro da porteira e eficiência econômica “fora da porteira”.

Um ponto muito curioso nessa história é o grande avanço que tem conseguido o pecuarista que começou a olhar para o mercado futuro e a entender como se comporta o mercado no qual ele está inserido. Trabalhar as relações de troca e, principalmente, saber o momento certo de vender seus animais e comprar sua reposição e insumos.

Explorar as oportunidades de mercado pode fazer toda a diferença na rentabilidade da pecuária.

Diante disso, vamos imaginar no mercado de reposição. A reposição é essencial para o pecuarista que trabalha com recria e engorda. Porém, essa ficou muito “cara” desde setembro do ano passado, como apresenta o gráfico abaixo. Com essa informação a pergunta é: “Como aumentar o retorno?”

Para responder o assunto, o especialista em Mercado, CEO da Agromove e criador do Pecuária de Decisão, Alberto Pessina, traz pra gente essa resposta em um vídeo curto, que você acessa logo após a imagem.

Imagem 1. Tendência do preço do bezerro em SP

Têndencia-do-bezerro-SP-Agromove
Fonte: Agromove

Veja o vídeo exclusivo da Agromove:

Quer saber até quando o preço irá subir? Até quando você deve esperar para comprar/vender pelo melhor preço? Mande seu e-mail ou acesse o link abaixo e descubra qual o melhor momento para negociar seus animais e insumos e MAXIMIZAR seus lucros!

  • Conheça o Pecuária de Decisão, a ferramenta que te ajuda a tomar decisões lucrativas! Clique aqui!

Matéria feita pelo Compre Rural em parceria com a Agromove

-- conteúdo relacionado --

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com